Ano lectivo arranca com escolas novas no concelho de Loulé

0
203
A Câmara Municipal de Loulé assinala o início do ano lectivo com a inauguração de duas escolas, uma no interior, na freguesia de Benafim, e outra no litoral, na freguesia de Almancil.

Assim, no dia 10 de Setembro, sexta-feira, pelas 10h00, o executivo municipal desloca-se a Benafim para a inauguração oficial da Escola EB1/JI de Benafim. A intervenção neste estabelecimento de ensino passou pela remodelação e ampliação do edifício existente, que irá albergar agora 25 alunos do jardim-de-infância e 35 na vertente de 1º ciclo.

De acordo com nota de imprensa da Câmara de Loulé, “Este investimento rondou os 365 mil euros.

Na segunda-feira de manhã, dia 13 de Setembro, as atenções voltam-se para a localidade de S. João da Venda, em Almancil, onde terá lugar a cerimónia de inauguração da escola EB1/JI de S. João da Venda.

No caso de S. João da Venda, a ampliação e melhorias propostas consistiram na construção de um novo corpo onde ficarão implantadas as seguintes valências: instalações sanitárias, sala de professores, copa e arrecadação e biblioteca com sala de leitura. Todas as salas de aula foram alvo de recuperação ao nível do seu interior. A partir de agora, a escola comporta 44 alunos na área de jardim-de-infância e 48 no 1º ciclo, num investimento de 443 mil euros”.

Recorde-se que nos últimos dois anos escolares, as salas de aula da Escola de S. João da Venda funcionaram no Estadio Algarve. Os alunos regressam, agora, à sua escola de origem, que passa a ter melhores condições de ensino.

A autarquia acrescenta ainda, “que a Educação tem sido uma das áreas prioritárias da Autarquia. A par de Benafim e S. João da Venda, estão já em fase de execução e/ou conclusão as escolas do primeiro ciclo com jardim-de-infância de Vale de Rãs (Loulé), Fonte Santa (Quarteira) e Almancil, totalizando um investimento no valor de 8,5 milhões de euros, com uma comparticipação do Município de 6,2 milhões de euros.

Mais de 1,2 milhões de euros em transportes escolares

Num Concelho com um território extenso, os transportes escolares continuam a ser uma das principais preocupações na área da educação por parte do executivo municipal.

Assim, no ano lectivo que agora arranca, a edilidade vai investir mais de 1,2 milhões de euros: 532 674,00 € nos transportes da EVA e 749 710,65 € nos circuitos especiais.

Esta é uma iniciativa importante, sobretudo para apoiar os alunos que vivem em zonas mais distantes das sedes de freguesia e que, diariamente, têm necessidade de percorrer vários quilómetros até à escola”. 


Fonte: CML

 

{sharethis}

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui