Fundação Rotária Portuguesa | 50 Projetos no Combate ao Covid-19

0
255
FundacaoRotariaPortug

A Fundação Rotária Portuguesa (FRP), instituição com sessenta e um anos, sempre se pautou pelo apoio à comunidade, através dos Clubes Rotários distribuídos pelo continente e regiões autónomas. Num momento em que o país atravessa uma crise provocada pela pandemia do Coronavírus a Fundação, desde que se sentiram os primeiros sinais de dificuldades, apresentou um programa ambicioso de apoio ao combate à Covid-19. Nesse sentido, lançou logo em Março uma fase de candidaturas a projetos dos Clubes Rotários que tivessem em conta um apoio de emergência a hospitais, Centros de Saúde e Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).

Em pouco tempo foram rececionadas várias candidaturas e em doze dias esgotou-se a verba destinada ao programa, com a Fundação a financiar projetos de cinquenta Clubes Rotários, num valor que ascende a 110 mil euros. Com os meios dos clubes e de parcerias que estes encetaram, a globalidade do investimento em equipamentos de proteção, materiais de desinfeção, equipamentos hospitalares e equipamentos informáticos, atingiu um montante próximo dos 250 mil euros.

A Fundação Rotária Portuguesa mobilizou-se e empenhou-se em colocar rapidamente o programa no terreno, com as avaliações e aprovações das candidaturas a decorrerem em sessões contínuas diárias, envolvendo os cinco elementos da comissão executiva.

Em Setembro, a intenção é a de abrir uma nova fase de candidaturas, numa perspetiva que sempre norteou a FRP: apoiar os que mais precisam de ajuda na sociedade, cumprindo assim os desígnios para que foi fundada (“Dar de si antes de pensar em si”- lema principal do movimento rotário). A comissão executiva da FRP, presidida por José Coelho, vai continuar atenta às necessidades. Devido às “ondas de choque” que esta pandemia criou e irá continuar a criar, muitas serão ainda as carências das comunidades. Os Clubes Rotários portugueses terão a oportunidade para apresentarem, na fase de setembro, mais candidaturas a projetos que possam estar relacionados com a mitigação das consequências da Covid-19.

Ao longo da sua existência, a Fundação conta essencialmente com donativos diretos para desenvolver a sua ação em prol da comunidade, o que tem permitido ter um papel importante na criação de melhores condições sociais. Nessa senda destacam-se as bolsas de estudo atribuídas anualmente, que beneficiam centenas de jovens e que promovem um combate às desigualdades. A instituição é mesmo, uma das principais entidades portuguesas doadoras de bolsas de estudo (13 mil bolsas atribuídas desde a sua fundação).

A FRP também intervém em outras áreas como o apoio à cultura, com o concurso de canto lírico, ou em áreas como a saúde, ciência e ambiente. Sempre atenta às necessidades das comunidades, destacou-se também no apoio à reflorestação do pinhal de Leiria, devastado nos incêndios de Junho de 2017.

O apoio ao ensino e às instituições

Ao longo dos anos a Fundação Rotária Portuguesa tem apoiado milhares de jovens a prosseguirem os seus estudos, financiando bolsas de estudo que são atribuídas pelos clubes rotários portugueses a candidatos da sua zona de implementação. Estas bolsas de estudo abrangem vários graus de ensino. Além disso, a FRP contribui para apoiar alunos carenciados, satisfazendo outras necessidades. A FRP contribui também para valorizar, apoiando os clubes que destacam os alunos empenhados e que se evidenciam pelas suas qualidades humanas e sociais, atribuindo-lhes o prémio Melhor Aluno Companheiro. Este prémio procura assinalar e promover os princípios de altruísmo e solidariedade dos jovens.

Nas mais variadas áreas sociais, a FRP procura estar atenta e intervir para reduzir ou acabar com desigualdades, seja apoiando instituições, seja mesmo pessoas em dificuldades. Numa ação altruísta, a Fundação já apoiou, sozinha ou em parcerias, famílias carenciadas, como por exemplo no pagamento da creche dos filhos. Também já comprou e entregou fraldas para idosos carenciados, ou bens alimentares para pessoas em dificuldades e tem ajudado na inserção social de muitas pessoas. Além disso tem vindo a contribuir para a melhoria das condições de várias entidades que prestam apoio à comunidade, seja na aquisição de equipamentos para a execução das suas funções, seja no apoio com materiais e equipamentos para crianças e adultos deficientes.

Destaque ainda para programas como o de Aquisição de Papas lácteas, Leite em Pó e Cereais e o do sempre crescente empenho no Certame de Canto Lírico. Este certame, uma referência do género em Portugal, conta já com vários galardoados a cantarem nas maiores salas de ópera da Europa.

A Fundação Rotária Portuguesa e o seu papel

A FRP é uma fundação de solidariedade social, sem fins lucrativos, com Estatuto de Utilidade Pública, sendo Membro Honorário da Ordem de Mérito e é IPSS na área da Educação. Fundada em 19 de abril de 1959, a Fundação já concedeu Bolsas de Estudo no valor de perto de sete milhões de euros. Ao longo da sua existência tem também desenvolvido perto de meio milhar de projetos de Alfabetização/Educação, destacando-se ainda projetos de Combate à Fome e à Pobreza, Promoção da Saúde e projetos relacionados com os Recursos Hídricos e Ambiente.

O reconhecimento da Presidência da República

A intensa e benéfica ação da Fundação Rotária Portuguesa foi reconhecida ao mais alto nível, em 14 de Abril de 1999, quando é condecorada pelo Presidente da República com o colar de Membro Honorário da Ordem de Mérito.

O atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, enalteceu recentemente, por ocasião do IV Congresso e do 60º Aniversário da Fundação, que decorreu a 7 de dezembro de 2019, em Coimbra, o contributo que a Fundação tem dado para o desenvolvimento de Portugal. Marcelo Rebelo de Sousa, referindo-se a 60 anos de atividade, lembrou que o papel da instituição foi desempenhado em situações que nem sempre foram fáceis. “Sabemos o que era difícil ser-se Rotário num contexto político, económico e social, cívico e até cultural, diverso”.

Marcelo Rebelo de Sousa agradeceu, em nome de todos os portugueses, o que tem sido feito pela Fundação “à sua maneira, de acordo com os seus princípios”. O Presidente da República louvou a intervenção da FRP “no apoio que deu em termos de novas gerações, sucessivas gerações, naquilo que podiam fazer de formação e, portanto, de preparação para o futuro”.

Como pode apoiar sem custos?

Para continuar a desenvolver a sua missão de apoio às comunidades, a Fundação Rotária Portuguesa precisa da ajuda de todos e para nos ajudarem a ajudar podem contribuir, sem custos monetários, consignando 0,5% do seu IRS de 2019. Também pode ainda contribuir com o seu donativo, contactando os serviços da Fundação Rotária Portuguesa, através do e-mail: [email protected], ou por via telefónica para o número: 239 823 145.

FRP

FundacaoRotariaPortug

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui