Vídeo: Novo EP de JIMMY P “Táxi” já disponível

0
43

O novo trabalho de JIMMY P, há muito aguardado pelos fãs, é finalmente revelado na íntegra. Depois de revelados os singles “Heartbreak”, tema que dá nome ao EP, e “Volta para ti” ft. Syro, bem como o avanço de “Esqueletos”, com um visual única e exclusivamente criado para o  Instagram, JIMMY P disponibiliza hoje o seu mais recente projeto de originais em todas as plataformas digitais. O lançamento traz ainda consigo mais dois visuais – Táxi e T3 – já disponíveis no YouTube do artista.

Como já se tinha verificado através dos singles de antecipação esta é uma viragem na carreira de JIMMY P, que agora surge com uma nova estética mais melódica, pessoal e introspectiva. São seis os temas que compõem este extended play e em todos eles é possível encontrar letras pessoais que refletem momentos marcantes do seu percurso. O artista decidiu partilhar este seu lado profundo com os fãs através da edição destes sentimentos e histórias da forma que melhor o sabe fazer: através da música.

Jimmy P é o alter-ego de Joel Plácido. Nasceu na margem sul de Lisboa (Barreiro), mas a sua vida está associada a várias geografias, nomeadamente Angola (terra natal dos seus pais), Paris (onde viveu durante a adolescência) e o Porto (onde criou raízes e começou a dar os primeiros passos no mundo das artes do espetáculo).

O gosto pelo estilo urbano, adquirido no tempo em que viveu em França, e a influência de outras vertentes musicais despertaram a sua apetência para a música. Após várias interações com outros artistas, seguiu-se um processo natural de maturação que originou o aparecimento de Jimmy P como artista a solo e com um ADN musical muito próprio; fazendo, deste, um dos artistas mais ouvidos em Portugal e nos PALOP.

Tendo na sua origem e base musical o Hip-Hop/Rap, Jimmy P é um artista camaleónico e gosta de abordar a música como um todo. É alguém que olha para a arte de forma abrangente e fomenta a criação de pontes entre os diversos estilos que sempre o rodearam (e rodeiam), bebendo, assim, de  várias fontes e estando sempre atento a todos os estímulos culturais que lhe surgem de forma natural.

Em 2020 foi convidado a participar no Festival da Canção, onde foi finalista e recebeu rasgados elogios da crítica. Também celebrou 10 anos de carreira no Coliseu do Porto, tendo sido, este, um marco importante na carreira do artista.

Jimmy tem nele uma natural reinvenção e sede de trabalho, encontrando-se em estúdio de forma constante a trabalhar em mais música.

RB

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui