Vídeo: “À Moda Quarteirense” chega às plataformas digitais

0
154

O movimento “Sou Quarteira” acaba de lançar em todas as plataformas digitais o álbum “À Moda Quarteirense”, com direção artística de Dino D’Santiago, Mike Ghost e Holly que junta mais de 30 artistas, entre eles Virgul, Yuri da Cunha, Sacik Brow, Biex, Baby Creezy, Alicia Rosa, Lady N, Subtil, Perigo Público, Fragas e muitos mais.

“À Moda Quarteirense” tem como objetivo mostrar ao mundo o talento de Quarteira. Um disco que junta artistas dos mais diferentes géneros musicais, do hip hop ao fado, do punk à pop, que contribuem para uma mistura e diversidade, mas também coesão, que ganha sentido e torna este trabalho ainda mais especial. A ligação de todo o álbum surge ainda pela voz do poeta Pardal,  símbolo de Quarteira – um poeta analfabeto, que sem saber ler ou escrever fez-se ouvir, e que é aqui também homenageado.

O single deste longa duração, “Abelheira” é dos quarteirenses Sacik Brow e Bertílio, com o trio já mencionado na produção e Charlie Beats na mistura e masterização. Está também disponível no canal de YouTube do movimento “Sou Quarteira” o videoclipe da faixa em que se vislumbra o processo criativo, que levou 30 artistas a darem vida a este longa duração, com a cidade algarvia sempre como pano de fundo.

“À Moda Quarteirense” é a mais recente iniciativa da Associação Beyond, fundadora do movimento “Sou Quarteira”, criada por Naomi Guerreiro, Inês Oliveira, Dino D’Santiago e Miguel Jacinto. O longa-duração conta com 16 faixas e reúne todos estes artistas que têm em comum serem oriundos ou com fortes ligações à cidade de Quarteira. Nos casos de Virgul e Yuri da Cunha, a identificação com o disco aconteceu desde o primeiro momento, com Dino D’Santiago a mostrar-lhes o tema e ambos a fazerem questão de darem voz e a sonoridade angolana que os seus produtores procuravam. Foi proporcionado neste álbum o acesso aos melhores produtores, aos melhores arranjadores, engenheiros de som, videógrafos, equipas de design, para fazer deste trabalho uma rampa de lançamento para tantos e bons novos artistas, que podem rapidamente tornar-se casos sérios no panorama nacional e internacional, de Quarteira para o mundo.

Com este movimento há muitos jovens promissores artistas, que através da música e da cultura, acabam por sair de situações sociais e económicas menos favoráveis, profissionalizando-se. Os mais conceituados artistas dão a mão aos ainda não conhecidos do grande público, e a cidade de Quarteira torna-se num exemplo para a importância da cultura no empoderamento social, cultural e económico.

Organizado pela Associação Beyond em parceria com a Câmara Municipal de Loulé, o Sou Quarteira procura a longo termo ter um impacto positivo na cidade tanto a nível social, cultural como económico. Pretende-se assim desencadear uma vaga de iniciativas, de confiança e de orgulho na cidade. Só através da diversificação destas ferramentas e experiências disponibilizadas será possível promover a dinâmica de colaboração e profissionalização do talento local. O movimento já deu voz a vários projetos: o Festival Sou Quarteira, a exposição e livro “Heróis”, o documentário #Sou365Dias, e o Mural “À Moda Quarteirense” que dá nome ao disco. Este movimento apoiado pela Câmara Municipal de Loulé, que foi fundamental para a viabilização do mesmo, acreditando na emancipação da arte como ferramenta sociocultural desde o início.

RB

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui