Alcoutim | “Tráfico de Artes no Guadiana” regressa para deixar a sua marca no território

0
275
ContrabandoAlcoutim

A 5.ª edição do Festival do Contrabando, pelo 2º ano consecutivo sobe o mote de “Tráfico de Artes no Guadiana” irá decorrer dias 17, 18 e 19 de dezembro, apresentando um programa eclético e, por mais um ano, instalações que vão deixar a marca no território de Alcoutim,

O programa será iniciado com o ato oficial de inauguração de “Olhares sobe o Guadiana”, de Homo Sapiem e Exame, Associação Satori, projeto “Artes no Guadiana” inserido na candidatura ao POCRESC Algarve 2020, “Programação Cultural em Rede” da AMAL, Museu do Rio, Guerreiros do Rio, Alcoutim, seguindo-se das “Frases do Contrabando”, por Isabel ferreira das Cerâmicas de Alcoutim, na Avenida de Espanha, Alcoutim. Continuando a apostar no fomento e na divulgação artística, e com um programa simples, mas especial, artisticamente rico e diversificado apresenta Teatro, Música, Arte, Contos, Estátuas Vivas, caricaturas e palhaço entre outras propostas.

O programa contará com transmissões online, com formato e programação adaptados ao contexto de pandemia para minimizar os riscos de proximidade e concentração de gente.

O presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, Osvaldo Gonçalves, frisa “a importância de dar continuidade a este projeto “Tráfico de Artes no Guadiana – Festival do Contrabando “e potenciar a valorização do território, sem esquecer da importância de, apesar do contexto de pandemia em que vivemos, ser crucial continuar a apostar na realização de iniciativas que, cumprindo as orientações da DGS, permitam levar até aos cidadãos eventos que, com um carácter inovador, que promovam a cultura e a identidade alcoutenejas, quer na vertente presencial quer online.”

GC do Mun AlcoutimContrabandoAlcoutim

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui