Coleção de Sacos da ‘Missão Continente’ apoia 5 grandes Causas

0
128
SacosContinente2

Liga Portuguesa Contra o Cancro, Associação Ajudar Moçambique, Fundação do Gil, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) e CASA – Centro de Apoio ao Sem Abrigo são as cinco instituições que a Missão Continente vai apoiar, ao longo deste ano, através da venda de Sacos Solidários colecionáveis.

Estes Sacos estarão à venda ao público em todas as lojas Continente, Continente Modelo e Continente Bom Dia do país, de forma faseada ao longo do ano, por 1,05€, sendo que 0,50€ revertem para as instituições. O valor angariado por cada Saco solidário vai variar consoante a quantidade vendida. Com o donativo, as instituições vão implementar um projeto a médio prazo (1 a 3 anos). A Missão Continente vai acompanhar a implementação desses projetos e medir o seu impacto na comunidade em causa.

Esta é uma coleção de 5 sacos distintos, com design moderno, refletindo uma tendência mais otimista, vibrante e enérgica, pensado ao detalhe para cada causa. Os temas de cada saco desta coleção refletem isso mesmo: Hope, Peace, Smile, Love e Dream. Este é um saco reutilizável, lavável, 100% reciclável e produzido com materiais 100% reciclados.

Neste momento está à venda o primeiro saco solidário da Coleção 2022 – o saco ‘Hope’ (Levo Esperança) que reverte para a Liga Portuguesa Contra o Cancro, para adquirir acessórios de apoio à pessoa com cancro, nomeadamente próteses capilares, turbantes, lenços e chapéus. O cabelo é um elemento importante na imagem e na autoestima dos indivíduos, nomeadamente, na mulher e estes acessórios, bem como tratamentos estéticos faciais, como a tatuagem de sobrancelhas ou aplicação de pestanas poderá fazer a diferença em doentes com cancro.

O segundo saco solidário da coleção de 2022 é o saco ‘Peace’ (Semeio Paz), que vai reverter para a Associação Ajudar Moçambique, que apoia o projeto de educação “Escola para Raparigas”. Este proporciona o acesso ao ensino secundário, alojamento e alimentação de qualidade a jovens raparigas que vivem nas proximidades do Parque Nacional da Gorongosa. Pretende-se contribuir para a requalificação das infraestruturas do único internato da escola secundária do distrito, e também a requalificação das hortas, e criação de bolsas de estudo. A Associação Ajudar Moçambique apoia as comunidades rurais mais desfavorecidas que vivem próximo de áreas de conservação em Moçambique.

O Saco ‘Smile’ (Espalho Sorrisos) vai apoiar a Fundação do Gil para alcançar os objetivos do projeto “Cuidados Domiciliários Pediátricos”. A continuidade da prestação de cuidados de saúde pediátricos no domicílio pode evitar internamentos desnecessários e prevenir a degradação psicossocial da criança e da família. A Fundação do Gil dedica-se, desde 1999, a atividades e projetos que promovem o bem-estar global das crianças, através do desenvolvimento de projetos de saúde pediátrica e reintegração social.

O valor angariado com a venda do Saco ‘Love’ (Carrego Amor), vai ser utilizado para melhorar as condições de habitabilidade das Casas de Abrigo da APAV. A APAV desenvolve um trabalho diário de prevenção, suporte e proteção a vítimas de vários crimes, nomeadamente violência doméstica ou crimes sexuais.

Já o Saco ‘Dream’ (Transporto Sonhos), vai apoiar a CASA – Centro de Apoio ao Sem Abrigo na criação de atividades ocupacionais com Pessoas em Situação de Sem-Abrigo. A CASA tem como missão auxiliar aqueles que se encontram em situação de sem-abrigo que pertençam a famílias em risco ou carenciadas, através de ações de solidariedade social, independentemente do estrato social, etnia, religião ou género.

A primeira edição dos sacos solidários da Missão Continente foi composta por 3 sacos distintos, que permitiram doar um total de 90.000 euros a três instituições: Associação Portuguesa dos Bombeiros Voluntários (APBV), que adquiriu 25 Desfibrilhadores Automáticos Externos (DAE) e os distribuiu por todo o país; Animalife, que com o valor angariado pode vacinar milhares de cães e gatos em todo o pais; e Cruz Vermelha Portuguesa que utilizou o valor doado para reforçar a equipa gestora dos pedidos diários de apoio da instituição, permitindo aumentar a sua capacidade de resposta, numa altura de grande pressão devido ao COVID 19.

Além da vertente solidária, os sacos reutilizáveis visam contribuir para aumentar as taxas de reciclabilidade no país e comportamentos de consumo conscientes.

LPMSacosContinente2

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui