Procura por Empreendimentos é a única categoria a crescer no último ano, sobretudo em Setúbal e Faro

0
27
Imovirtual

A procura por empreendimentos é a única categoria que sobe em 2021, em relação a 2020 (+19%). Os distritos que se destacam são Setúbal (+210%) e Faro (+142%), com valores também elevados Lisboa (+46%), Braga (+43%) e Porto (+40%). Os dados são do Imovirtual, portal imobiliário de referência, que revela um estudo sobre a procura de categorias de imobiliário para compra entre 2019 e 2021.

Em 2021, face ao ano anterior, há um decréscimo generalizado de procura em todas as restantes categorias de imobiliário nos distritos analisados. No entanto, fazendo a comparação com 2019, Faro destaca-se com um crescimento de +24% na procura por moradias e +23% na procura por quintas e herdades.

No caso dos escritórios, a única subida da procura por localidade, em 2021, regista-se em Leiria (+4% face a 2020 e +24% face a 2019). Há uma quebra generalizada na procura de escritórios em 2021 face a 2020 em todas as principais cidades, mas sobretudo Coimbra (-30%), Braga (-17%) e Aveiro (-15%). Já em comparação com 2019, as maiores quebras de procura por escritório são em Coimbra (-45%), Lisboa (-43%) e Porto e Braga (-32% em ambos os casos).

Procura por moradias, terrenos e quintas estabiliza em 2021

Em 2021, face a 2019, regista-se um aumento significativo da procura por terrenos (+42%), quintas e herdades (+28%) e moradias (+15%), que já em 2020 tinham registado aumentos significativos na procura. No entanto, não se verificou crescimento de procura destas categorias face a 2020, apesar desta se ter mantido elevada em relação à pré-pandemia. Os dados são do Imovirtual, portal imobiliário de referência, que revela um estudo sobre a procura de categorias de imobiliário para compra entre 2019 e 2021. 

Comparando 2021 com 2020, há uma ligeira quebra de -6% na procura por moradias, -3% na procura de terrenos e -11% na procura por quintas e herdades, ainda assim com o interesse por estas categorias bastante superior ao período pré-pandemia. Em 2020, face a 2019, houve um crescimento de procura de +21% por moradias, +46% por terrenos e +44% por quintas e herdades.

A procura por empreendimentos é a única categoria que sobe em 2021, em relação a 2020 (+19%). Já os apartamentos registam, em 2021, um decréscimo de procura de -41% face a 2020 e de -47% face a 2019. No que diz respeito à procura por escritórios, há uma quebra progressiva no que diz respeito a 2021 versus 2020 (-8%) e 2019 (-23%). De 2019 para 2020 já se tinha registado uma quebra de -16%.

TaylorImovirtual

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui