Aldeias de Crianças SOS lançam Apelo e Apoios para ajudar Crianças Vítimas da guerra na Ucrânia

0
125
CriancasSOS

As Aldeias de Crianças SOS têm como prioridade proteger o maior número de crianças e famílias, e por isso mesmo, criaram um fundo de emergência para apoiar crianças e famílias vítimas da guerra na Ucrânia.

Presentes na Ucrânia desde 2003, as Aldeias de Crianças SOS apoiam mais de 2 000 pessoas neste país (crianças, jovens e famílias de acolhimento) e neste momento estão a dar apoio ainda a mais famílias. Estão a ser realocadas crianças e famílias e nos últimos dias já foi possível realocar mais de 60 crianças para a Polónia, onde foram recebidas pela equipa das Aldeias de Crianças SOS do país.

O mundo atravessa agora um momento muito complicado com a guerra na Ucrânia. Uma situação extremamente difícil e delicada para as crianças e famílias na Ucrânia, mas também para os próprios colaboradores no terreno e para as Aldeias de Crianças SOS dos países vizinhos.

Devem ser tomadas medidas urgentes para proteger e cuidar de todas as crianças e famílias afetadas. Isto inclui o apoio especial às crianças em famílias de acolhimento ou de parentesco, e o apoio aos refugiados nas fronteiras e nos países vizinhos.

Luís Cardoso de Meneses, Secretário Geral das Aldeias de Crianças SOS Portugal, refere: “Alertamos que neste momento, na Ucrânia, há também mais de 100.000 crianças em instituições que correm perigo, conforme informações das Aldeias de Crianças SOS da Ucrânia.”

O fundo de emergência criado pelas Aldeias de Crianças SOS apela assim ao contributo de todos para:

  • Apoio à deslocação e abrigo – dando às famílias ajuda nos custos de deslocação e alojamento.
  • Reagrupamento familiar.
  • Apoio de emergência: medicamentos, artigos de higiene e alimentos.
  • Apoio psicológico, tanto para as crianças e famílias, bem como para a equipa no terreno
  • Reforço das nossas equipas: um aumento do número de famílias e crianças que necessitam do nosso apoio, bem como a sua deslocação, torna necessário o aumento da capacidade da nossa equipa na região.

De acordo com Serhii Lukashov, Diretor Nacional das Aldeias de Crianças SOS da Ucrânia: “Todos nos sentimos impotentes e todos queremos que a guerra pare. A nossa prioridade é proteger o maior número de crianças. Queremos que as crianças cresçam sem ódio. Estou em contacto próximo com as Aldeias de Crianças SOS na Rússia e na Bielorrúsia. Estamos do mesmo lado – do lado das crianças. Continuaremos o nosso trabalho para proteger as crianças do horror da guerra.”

Milhões de crianças na Ucrânia correm o risco de crescer sozinhas. Não deixe que isso aconteça.

Faça hoje mesmo o seu donativo

Mais informações em www.aldeias-sos.org

UnimagemCriancasSOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui