Olhão | Concelho Solidário com o Povo Ucraniano

0
127
OlhaoUcrania

Na sequência da crise humanitária que atinge a Ucrânia, o Município de Olhão está a preparar um conjunto de medidas para apoiar o povo ucraniano.

Estas medidas ocorrerão em vários momentos, e em articulação com a Associação dos Ucranianos no Algarve e as equipas que se encontram no terreno.

Assim, já na próxima madrugada, sairá de Olhão com destino à Polónia um autocarro de 50 lugares, com um tradutor e um enfermeiro, para resgatar da zona de guerra um grupo de mulheres e crianças com ligação à comunidade ucraniana residente em Olhão.

Todo o processo de acolhimento será, posteriormente, acompanhado pelas entidades competentes e com um forte envolvimento da Ação Social do Município.

Este será o primeiro transporte organizado pela autarquia, uma situação que será reavaliada nos próximos dias, para se equacionar a necessidade de reforço desta ajuda.

Numa outra frente, e sempre em articulação com a Associação de Ucranianos no Algarve, o Município procederá, também, à recolha de bens de primeira necessidade. As doações poderão ser entregues no edifício da antiga Bela Olhão, junto ao porto de pesca, até ao dia 10 de março, no período entre as 9h30 e as 11h00 e as 21h00 e as 22h30. A recolha é coordenada pelo Gabinete de Bombeiros e Proteção Civil.

São necessários:

– Botas e roupa térmica (meias e roupa interior, para homem, preferencialmente tamanhos grandes);

– Sacos-cama, mantas e cobertores;

– Alimentos não perecíveis e sem confeção (enlatados, conservas, snacks, bolachas secas, chá, café, açúcar,…);

– Artigos de higiene para bebé (toalhitas, fraldas,…);

– Equipamento médico básico (compressas, ligaduras,…);

– Material de primeiros-socorros.

A propósito dos recentes eventos e da ajuda do Município, o presidente da autarquia, António Miguel Pina, sublinha que “a comunidade ucraniana em Olhão é uma das mais importantes e respeitadas; não poderíamos deixar de dizer ‘presente’ quando os seus compatriotas estão a passar por uma provação desta natureza. Tenho a certeza de que, mais uma vez, os olhanenses vão aderir em massa a este movimento de solidariedade internacional a favor das vítimas de guerra na Ucrânia”.

Mun de OlhãoOlhaoUcrania

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui