Campanha alerta para o Sofrimento das Mulheres com Miomas Uterinos

0
366
MiomasUterinos

“Silêncio” é o mote da nova campanha “WTF: Mulheres que falam de miomas”, que é divulgada hoje no Dia Internacional da Mulher. Dirigida ao público feminino, esta iniciativa visa alertar para o fator mais comum entre as mulheres que sofrem de miomas uterinos – o sofrimento em silêncio.

Na mesma altura, é lançada a nova plataforma falardemiomas.pt.

Esta é uma campanha que tem como objetivo ajudar as mulheres a lidar com os miomas uterinos, promovendo o diálogo e a troca de experiências e permitindo desmistificar esta doença e o dia-a-dia de quem a vive.

“Em Portugal, em 15 anos, cerca de 150 mil mulheres foram hospitalizadas por miomas uterinos. O impacto da doença é especialmente grave nas mulheres em idade reprodutiva, constituindo uma importante causa de morbilidade nestas doentes. Estes são dados que destacam a importância de dar voz a estas mulheres e à sua situação, que muitas vezes acabam por preferir ficar em silêncio”, afirma Margarida Martinho, Secretária-Geral da Sociedade Portuguesa de Ginecologia.

Estima-se que os miomas uterinos afetem cerca de dois milhões de mulheres em Portugal, com sintomas que englobam hemorragias, dor e perturbação na vida sexual, na vida social e profissional de mulheres ativas, levando muitas vezes ao absentismo laboral. Causa assim um impacto ao nível não só da saúde física, nomeadamente a infertilidade, complicações obstétricas, metastização benigna e malignização, mas também da saúde psicológica da mulher, existindo ainda uma grande dificuldade em exteriorizar o sofrimento diário associado à doença.

A campanha “WTF: Mulheres que falam de miomas” reúne opiniões e dicas de vários especialistas, testemunhos de mulheres em Portugal e no mundo, conta com um verificador de sintomas, o que a torna num canal aberto com o especialista, com o intuito de, por um lado, informar as mulheres e, por outro, desmistificar esta doença, mostrando-lhes que não estão sozinhas e que existem muitas mulheres na mesma situação. Além desta plataforma, serão também lançadas as respetivas redes sociais (Facebook e Instagram), onde estará reunida informação, dicas e sugestões com o objetivo de educar as mulheres, melhorando a sua saúde e a sua qualidade de vida.

Esta é uma campanha promovida pela Gedeon Richter com o apoio da Sociedade Portuguesa de Ginecologia.

LPMMiomasUterinos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui