AEFML | Prémios Nobel participam em Encontro de Estudantes de Medicina de Lisboa

0
359
AssEstudantesFML

Arranca na sexta-feira, dia 11, na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa, mais uma edição do AIMS Meeting, um dos mais relevantes e mais conceituados encontros científicos em Portugal e o maior congresso organizado por estudantes de Medicina da Europa. Esta iniciativa, que se prolonga até dia 13 de Março, e da responsabilidade da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa (AEFML), vai contar este ano com a participação de dois Prémio Nobel, entre vários outros palestrantes de relevo, para debater o presente e o futuro da medicina.

O AIMS Meeting é fundamentalmente um projeto destinado a estudantes de ciências biomédicas, mais concretamente de medicina pré-graduada. O programa científico do evento conta com palestras de peritos sobre inovações em Medicina, workshops que complementam o ensino médico e competições que valorizam o trabalho dos participantes.

“Como complemento ao formato presencial, e dada a situação pandémica ainda vigente, todo o programa científico será também transmitido à distância, através de uma Plataforma Virtual. Desta forma, esperamos contar com perto de 1.000 participantes presencialmente na Reitoria da Universidade de Lisboa e cerca de 500 através da Plataforma do AIMS Meeting, a assistir virtualmente”, explica Joana de Pona Ferreira, Coordenadora Geral do AIMS Meeting 2022.

No primeiro dia de conferências, sexta-feira, dia 11 de Março, no AIMS Meeting vai debater-se o equilíbrio necessário para garantir o funcionamento harmonioso dos corpos e a busca racional pela estabilidade da vida.

No sábado, dia 12, irá debater-se o conceito de Medicina Personalizada e quais as implicações de um tratamento verdadeiramente personalizado, através da melhor estratégia para cada doente. Para tal é obrigatório mudar o paradigma da medicina atual, tornando-a cada vez mais próxima do dia-a-dia do paciente.

O último dia do AIMS Meeting é dedicado ao pós-Covid, pretendendo-se debater tudo o que se aprendeu com a pandemia e qual será o resultado da Ciência neste momento histórico.

Olhando para os oradores já confirmados, destaque natural para alguns nomes, como o Professor John O’Keefe, neurocientista, vencedor do Prémio Nobel da Medicina ou Fisiologia em 2014, pela descoberta das place cells. Outra referência obrigatória é o Professor Brian Kobilka, médico e investigador, e também Prémio Nobel da Química em 2012, pelo estudo da estrutura e mecanismo de ação dos recetores acoplados às proteínas G, uma das mais importantes descobertas na área da farmacologia nos últimos anos.

Nota também para a presença da Professora Sarah-Jayne Blakemore (autora do best-seller “Inventing Ourselves: The Secret Life of the Teenage Brain”), investigadora e autora de grande prestígio académico, e que foca a sua pesquisa no desenvolvimento da cognição social e da tomada de decisão durante o período da adolescência., ou do Professor Henry Marsh, neurocirurgião inglês e um dos pioneiros dos avanços neurocirúrgicos na Ucrânia, autor do muito aclamado livro de memórias “Não Faças Mal”.

F5CAssEstudantesFML

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui