Comissão Europeia debate o Futuro da Europa com os Jovens em Portugal

0
145
ComissaoEuropeia

O debate é uma iniciativa da Direção-Geral da Política Regional e Urbana (DG REGIO) da Comissão Europeia, apoiada pela FEP – Faculdade de Economia do Porto.

A Ministra da Coesão Territorial, a Diretora da Direção-Geral da Política Regional e Urbana (DG REGIO) da Comissão Europeia e o Vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, são alguns dos responsáveis que irão debater o futuro da Europa, nas perspetivas da sustentabilidade, ação climática, transformação digital e emprego, com um grupo de mais de duas dezenas de estudantes da Faculdade de Economia do Porto.

Esta iniciativa, da Comissão Europeia, tem como objetivo envolver os jovens líderes do futuro na promoção e desenvolvimento da REACT-EU, um dos mais importantes e ambiciosos programas criados pela UE no âmbito do novo instrumento da Next Generation EU, no valor de 50,6 mil milhões de euros.

Na sequência da pandemia da COVID-19, a Comissão Europeia lançou um plano de recuperação abrangente e ambicioso do qual faz parte a REACT-EU (Recuperação de Ajuda à Coesão e aos Territórios da Europa), um dos maiores programas criados desde sempre pela UE no âmbito do novo instrumento Next Generation EU no valor de 50,6 mil milhões de euros. Estes novos investimentos terão um impacto direto nas gerações futuras e irão mudar por completo a Europa. A Comissão Europeia está, por isso, empenhada em ouvir as opiniões dos jovens para as incluir nos planos de ação para o futuro. Neste contexto, está a ser levado a cabo um conjunto de debates, nos vários países da UE, que além de promoverem e darem a conhecer os contornos da REACT-EU, têm como intuito criar uma plataforma de diálogo nas universidades europeias com a geração dos líderes do futuro, facilitando a identificação das áreas de intervenção prioritárias e o desenvolvimento dos novos projetos. A REACT-EU é uma ferramenta única e um dos mais poderosos facilitadores de mudança que já foram criados na UE.

O primeiro destes debates a acontecer em Portugal, irá ter lugar já no próximo dia 24 de maio, a partir das 15:00, no Salão Nobre da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, e será subordinado ao tema O futuro da Europa e os jovens: sustentabilidade, ação climática, transformação digital e emprego.

Este debate, uma iniciativa da Diretora da Direção-Geral da Política Regional e Urbana (DG REGIO) da Comissão Europeia desenvolvida com o apoio da  Faculdade de Economia da Universidade do Porto, visa reunir e promover a troca de informação e ideias entre os representantes da Comissão Europeia, do Governo português, das Autarquias Locais, das Comunidades Universitárias e Empresarial e dos jovens estudantes da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, impulsionando a criação de uma plataforma de diálogo e partilha entre as instituições europeias e os jovens, que serão os líderes do futuro.

O programa do debate de dia 24 de maio conta com a participação de Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial; de Filipe Araújo, Vice-Presidente da Câmara Municipal do Porto; de Sofia Alves, Diretora – DG Políticas Regional, da Coesão e Urbana da Comissão Europeia; de Pedro Mazeda Gil, Membro do Conselho Executivo, Faculdade Economia, Universidade do Porto; de João Dolores, CFO e Membro do Board do Grupo Sonae, bem como de um grupo de mais de duas dezenas de alunos da Faculdade de Economia do Porto. Os participantes irão em conjunto, e tendo em conta os alicerces lançados pela REACT-EU, debater as questões-chave para o desenvolvimento futuro da Europa e para a tornar mais verde, digital, inclusiva e resiliente.

Sobre a NextGenerationEU e a NextGenerationEU
REACT-EU faz parte do NextGenerationEU e irá disponibilizar 50,6 mil milhões de EUR de financiamento adicional (a preços correntes) para os programas da política de coesão para 2021 e 2022, a usar até ao fim de 2023. O objetivo da REACT-EU é apoiar a recuperação económica e social da crise do coronavírus, promovendo a reparação da crise e aumentando a resiliência do setor da saúde e das empresas e dando mais apoio aos grupos mais vulneráveis. Os fundos contribuem igualmente para as prioridades ecológicas e digitais da recuperação inteligente e sustentável.
  
Estão disponíveis cerca de 40 mil milhões de EUR ao abrigo da REACT-EU para 2021, dos quais 92 % já foram afetados a programas de investimento. Os fundos foram principalmente utilizados para colmatar o fosso entre as medidas de emergência tomadas no início da crise e a resolução da crise a longo prazo.

Agenda do debate aqui.

Valkirias ConsComissaoEuropeia