Colégio Internacional de Vilamoura na ESEC-UAlg

0
138
ProjetoCIV1

No passado dia 18 de maio, as educadoras Maria da Luz Gago e Axelle Van Hauwaert, e a diretora pedagógica do Colégio Internacional de Vilamoura, Cidália Bicho, estiveram, a convite da Professora Teresa Vitorino, na Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC) da Universidade do Algarve, para apresentarem um projeto dinamizado no Jardim de Infância do CIV.  

“Educação para a Paz: o reconhecimento da bondade num ambiente educativo aberto e multicultural” constitui um projeto de investigação que envolveu profissionais de educação, crianças e pais do CIV, já divulgado no IV Congresso Internacional de Pedagogia, que teve lugar em Braga.

Esta sessão de partilha foi dirigida à turma do 2º ano da licenciatura em Educação Básica, que frequenta a opção “Inclusão e aprendizagem: respostas educativas face à diversidade”, lecionada pela professora Teresa Vitorino. Durante a mesma, foi abordada a contextualização teórica, as opções metodológicas e descrição do estudo, bem como os resultados obtidos. 

Trata-se de um projeto que tem como principal objetivo educar para a paz, num contexto multilingue, e para o qual as atividades artísticas, as aulas de Filosofia para Crianças, a Resolução de Problemas matemáticos (Problem Solving), a Música, as aulas de Português e de Inglês e as sessões de Storytelling tiveram um importante papel, não só na exploração de conceitos, como na transformação das interações entre crianças e adultos. A exploração holística deste tema foi transversal às várias áreas de trabalho e teve particular incidência no ambiente educativo.

No decorrer da sessão, a turma foi convidada a participar numa atividade de Resolução de Problemas (projeto nascido no CIV em 2011), seguindo os passos fundamentais de Pólya. Esta proposta pretendeu mostrar como, numa atividade que apela ao raciocínio matemático, as crianças mobilizam competências como a interpretação, a comunicação matemática, a criatividade, a decisão em grupo, a capacidade de expressar opiniões e de ouvir a opinião dos outros, conciliando a lógica e sistematização características da Matemática com a capacidade de trabalhar em grupo.

A sessão terminou com um momento de storytelling, com o intuito de mostrar a importância das histórias como mote para trabalhar valores, neste caso em particular, com o objetivo de dar relevo à motivação individual dos futuros educadores, partindo do pressuposto de que a Palavra desperta a criatividade e pode invocar a paixão pelo ensino. Contagiar as crianças e as equipas de trabalho com sentimentos positivos, de pertença, de confiança, de partilha e de cooperação interpares foram alguns dos valores abordados.

Saem realçadas as sinergias entre as duas instituições, CIV e a ESEC, um elo que vem de longa data. O CIV acolhe com alguma regularidade alunos que frequentam a Licenciatura em Educação Básica para a realização de Trabalho de Campo na unidade curricular Iniciação à Prática Profissional III, bem como recebe alunos estrangeiros que escolheram a ESEC para o Programa Erasmus.

CIV

ProjetoCIV1ProjetoCIV2ProjetoCIV3ProjetoCIV4