Loulé | “Adágio para Três Irmãs”

0
178

A Folha de Medronho vai estrear o espetáculo “Adágio para Três Irmãs”, no Auditório Solar da Música Nova, em Loulé, dia 26 de junho, domingo às 17h00.

“Três Irmãs”, texto levado à cena pela primeira vez em 1901 pelo Teatro de Arte de Moscovo, fala-nos de uma Rússia na vertigem das grandes mudanças sociais que viriam a culminar na revolução de 1917, um tempo-charneira, indefinido, entre o que tinha sido e  o que poderia vir a ser.
Em Adágio Para Três Irmãs, adaptação de Manuel Sanches e João de Mello Alvim do original de Tchékhov, concentramo-nos nas três irmãs – Olga, Masha e Irina. Desterradas numa província no interior da Rússia, levam o dia-a-dia pasmando entre as memórias de um passado feliz em Moscovo e os sonhos de um futuro promissor em que hão-de conseguir voltar para Moscovo,onde «se Deus quiser, tudo se há-de arranjar». Mas nesse quotidiano suspenso no tempo,repetitivo, nessa espera sem fim, mesmo existindo a perspectiva de mudança, nada acontece.
Porque enquanto o tempo passa, enquanto a vidinha passa, as irmãs esquecem-se de que é preciso fazer alguma coisa, para que alguma coisa aconteça.(…) não basta sonhar, é necessário agir. E agir rápido!

Folha de Medronho