IN Tento Trio | Revista Portuguesa de História Militar

0
403

Depois do sucesso editorial alcançado com o primeiro número da Revista Portuguesa de História Militar, subordinado ao tema “Início da Guerra de África 1961-1965”, a nova revista da Comissão Portuguesa de História Militar, do Ministério da Defesa Nacional, acaba de lançar o segundo número, desta vez dedicado ao tema “Da Fundação à Expansão – Séculos XII-XVI”. Com coordenação a cargo de Abílio Pires Lousada e Humberto Nuno de Oliveira, o presente dossier transporta-nos para um período histórico compreendido entre o tempo de D. Afonso Henriques e o início da Expansão Ultramarina, em que o Algarve teve um papel preponderante.  

Contando com a colaboração de investigadores estrangeiros, nomeadamente, o espanhol Carlos Rodríguez Casillas e marroquino Ahmed Tahiri, este segundo número reúne nove autores portugueses: Victor Rodrigues Viana, Carlos Filipe Afonso, José Varandas, João José Brandão Ferreira, António Martins Costa, Carlos Manuel Baptista Valentim e Fernando Pessanha. O acervo surge enquadrado por uma necessária e importante reflexão sobre as linhas de força do conceito estratégico nacional. Depois, relativo aos séculos XII e XIII, consta um tema relacionado com a mobilização concelhia na região de Ribacoa e outro sobre as operações militares desencadeadas por D. Sancho II no Alentejo. Do século XIV e no contexto da Guerra da Independência, atenta-se à pouco estudada Batalha Naval no Tejo, respeitante ao cerco de Lisboa de 1384, e ao confronto entre Portugal e Castela em Badajoz, no período pós Aljubarrota. O século XV inicia-se com a sempre marcante Conquista de Ceuta ou o início do balanceamento da terra para o mar, iniciando a Expansão, e termina com a interessante abordagem da guerra no reinado de D. Afonso V, à luz do cronista Rui de Pina. Efectuando-se a transição dos séculos XV para o XVI, ou da era medieval para a moderna, o leitor tem ao dispor três temas: um relacionado com as acções do corso e da pirataria nas costas do Algarve e do golfo luso-hispano-marroquino; outro dedicado à acção portuguesa na costa rifeña e o terceiro centrado na importância da busca de informações entre vontades antagónicas pelo domínio do Mediterrâneo. 

Extra Dossier, a Revista inclui três temas. Um sobre o raid de Harper’s Ferry protagonizado pelo abolicionista John Brow e o seu reflexo na imprensa portuguesa. O segundo, de uma autora sérvia, sobre a Grande Guerra como referência para a cooperação bilateral entre Portugal e a Sérvia. O terceiro recupera uma impactante e esquecida batalha tardo-medieval ocorrido no Leste da Europa – Grunwald ou a primeira de Tannenberg. A finalizar, e dando seguimento a uma ideia editorial de apresentação em cada número da Revista de um museu militar ou museu com acervo militar, o Museu de Marinha, inequivocamente alinhado com a temática da Expansão, concede aos leitores, através do seu director, «um mar de descobertas».

A revista pode ser consultada no seguinte endereço: Aqui

In Tento trio