PAN Olhão | Pesar pelas Vitimas de Violência Doméstica

0
406

O PAN Olhão apresentou, na passada terça feira, em sessão ordinária da Assembleia Municipal de Olhão, um voto de pesar pelas vítimas de violência doméstica. Este voto foi submetido ao Presidente da Assembleia Municipal de Olhão, tendo sido votado e aprovado por unanimidade.

Segundo Alexandre Pereira, deputado municipal do PAN em Olhão, “A Associação de Apoio à Vítima (APAV) regista, em média, 54 casos de violência doméstica por dia. Esta é apenas a face de uma guerra que se eterniza, em que o agressor é quase sempre homem e pessoa íntima, e o crime cometido entre quatro paredes. Em mais de metade dos casos há antecedentes de agressões e 40% das vítimas já tinham apresentado queixa contra o homicida. Este continua a ser um flagelo no nosso país. Continuamos a falhar todos, enquanto comunidade, quando perdemos vidas para a violência, incluindo a violência contra crianças.”

Sara (45 anos), Assunção (78 anos), Sílvia (45 anos), Celestina (52 anos), Sónia (33 anos), Marta (47 anos), Lucília (55 anos), Silvana (35 anos), Sandra (31 anos), Alda (49 anos), Elsa (44 anos), Cláudia (39 anos), Jéssica (3 anos). “Estes são os nomes, tornados públicos, das mulheres e menina, que perderam a vida em contexto de violência doméstica nos primeiros 6 meses deste ano.
Portugal regista quase tantas vítimas mortais no primeiro semestre deste ano, como durante todo o ano de 2021.” Acrescenta o deputado.

Por este motivo, e dada a dimensão do problema, a Assembleia Municipal de Olhão aprovou por unanimidade o voto de pesar apresentado pelo PAN, expressando as mais sentidas condolências aos seus familiares e amigos, em solidariedade com todas as vítimas de violência doméstica, sensibilizando para este grave problema e apelando que, tanto a nível central como local, se tomem medidas urgentes e mais eficazes para combater este flagelo.

PAN Olhão