FMVG Querença | Exposição “Oficinas no Cabo do Mundo”

0
159

Depois de uma semana no Ameixial, a Exposição está agora, e até dia 14 de julho, na Fundação Manuel Viegas Guerreiro, em Querença.

A Exposição Fotográfica “Oficinas no Cabo do Mundo” resulta do Projeto que, com o mesmo nome, envolveu os alunos do Curso de Técnico de Turismo da Escola Profissional Cândido Guerreiro – Alte e séniores residentes naquela freguesia, que juntos embarcaram numa viagem de descoberta, de exploração, de aprendizagem, de vivência conjunta de experiências, de troca de conhecimentos, de partilha de afetos e de criação artística sobre a Fortaleza de Sagres. Uma viagem que promoveu o desenvolvimento das relações e cumplicidades intergeracionais e motivou para a conhecimento, a valorização, a preservação e a divulgação do Património.

É através do olhar desses 23 jovens, uns com 16 a 20 anos de idade, outros com idades que vão até aos 85 anos, que a Exposição Fotográfica dá ao visitante a oportunidade de visitar/revisitar a Fortaleza de Sagres.

O projeto, a partir de uma ideia original de Isa Catarina Mateus, foi desenvolvido de maio a outubro de 2021 no âmbito do Programa de Dinamização e Valorização dos Monumentos (DiVaM), da Direção Regional de Cultura do Algarve. Promovido por uma parceria constituída pela Associação In Loco, a Junta de Freguesia de Alte, a Escola Profissional de Alte, CIPRL e a sua Escola Profissional Cândido Guerreiro, o Centro de Animação e Desenvolvimento Comunitário da Freguesia de Alte, a Casa do Povo de Alte/Juventude Altense.

O Projeto foi financiado pelo Programa DiVaM (Divulgação e Valorização dos Monumentos), da DRCAlgarve e contou com o apoio da Câmara Municipal de Loulé – Museu Municipal – Pólo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte, da Região de Turismo do Algarve, da Federação Nacional de Cineclubes e da Federação Internacional de Cineclubes.

A itinerância em curso pela região do Algarve, que teve inicio em agosto de 2021, e  conta com o apoio das entidades, organizações e empresas que ao longo desta “viagem”, que terá uma duração de 500 dias, a estão a acolher nas suas instalações: a Fortaleza de Sagres, o Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte; o Restaurante Rosmaninho – Sarnadas/Alte, o Instituto Português do Desporto e Juventude, a Direção Regional de Cultura do Algarve, o Posto de Turismo de Salir, as Juntas de Freguesia de Quarteira, Boliqueime, Salir, Almancil, Ameixial, a União de Freguesias de Querença, Tôr e Benafim, a Fundação Manuel Viegas Guerreiro, a Câmara Municipal de São Brás de Alportel, o Cineteatro de São Brás, a Editora Sul, Sol e Sal, a Universidade do Algarve – Biblioteca do Campus da Penha e Biblioteca do Campus de Portimão, a CCDR Algarve, o MAR Shopping Algarve e o Centro de Interpretação de Vila do Bispo, concelho onde a “viagem” teve início e onde irá terminar no último dia do ano de 2022.

Ass IN Loco