Exposição de Fotografia | No fim da Linha… comemora centenário da chegada do comboio a Lagos

0
143
Exposição-Nofimda-Linha

Questão Repetida promove a sua IV exposição fotográfica do Ciclo TRECHOS para assinalar o centenário da chegada do comboio a Lagos e procurando alertar para a falta de mobilidade atual deste serviço público. O Ciclo Trechos inclui a exposição no Fim da Linha da fotógrafa Telma Veríssimo que pode ser visitada no Anel Verde até 31 de dezembro.

No Fim Da Linha poderá ser visitada até 31 de dezembro no Anel Verde (em frente ao mini-golf de Lagos). Aliada às celebrações do “Centenário da Chegada do Comboio a Lagos”, é um projeto fotográfico documental que irá refletir sobre as realidades divergentes da Estação de Lagos e zona envolvente, passados 100 anos da chegada do comboio. A chegada das primeiras carruagens trouxe a promessa de desenvolvimento e prosperidade local, mas, agora, a Estação já não é a mesma.

Telma Veríssimo nasceu em Faro e é fotógrafa profissional desde 1993. Formou-se em Fotografia na Escola Superior Artística do Porto em 1994 e regressou ao Algarve, onde colaborou regularmente com publicações regionais e nacionais tais como Publico, Diário de Notícias, revista Casas de Portugal, Jornal do Algarve e jornal Barlavento, até 2006. É formadora de Fotografia desde 1995 e, ao longo dos anos, tem colaborado como repórter fotográfica com diversas entidades algarvias: Associação In Loco, Municípios de Faro, Olhão e Castro Marim, Região de Turismo do Algarve, CCDR Algarve, Museu Arqueológico e Lapidar Infante D. Henrique, ACTA (A Companhia de Teatro do Algarve).

A par da atividade profissional tem desenvolvido projetos pessoais de carácter artístico e documental que deram origem a exposições. A preservação do ambiente e da cultura do Algarve tem sido uma preocupação transversal a estes trabalhos. Em formato de livro encontra-se “Sagres – O Começo”, editado pela Bons Ofícios – Associação Cultural, em 2010 e “Passeio Público – Jardins, Alamedas e Recantos Ajardinados do Algarve”, produzido pela Associação Cultural Música XXI, em 2007.  Entre 2016 e 2017 realizou o documentário fotográfico “Viagem Interior – Desertificação e Despovoamento no Algarve”, o qual deu origem a uma exposição itinerante que passou por diversos locais, dos quais se destaca a Assembleia da República entre 7 e 14 de Junho de 2017. O projeto está publicado em livro e pode ser visitado online em www.viageminterior.pt.

O objetivo principal dos Trechos é, através da fotografia como instrumento de reconstrução histórica e cultural, construir e simultaneamente recuperar uma memória, através do confronto de um passado de esperança e modernidade, à vulgarização e esquecimento.

Com o projeto Trechos pretende-se analisar o impacto da chegada do comboio a uma zona extremamente isolada e rural e observar a transformação de um século. A linha do Algarve foi sempre tão importante para a região, mas, em simultâneo, tão esquecida dos interesses da população que serve, proporciona uma das mais bonitas viagens que se pode fazer pela região, longe das atrações turísticas e traça uma fronteira de um Algarve de profundos contrastes. O projeto propõe, por isso, ligar a linha do Algarve à sua população, particularmente à população de Lagos.

Apoios: Direção-Geral das Artes. Município de Lagos. Infraestruturas de Portugal. Direção Regional de Cultura do Algarve. Região de Turismo do Algarve

SD

Exposição-Nofimda-Linha