Airbnb | Anfitriões Portugueses com casas em zonas vinícolas com garantia de uma ‘boa colheita’

0
177
Casa-Zona-Vinicola
  • Novos dados mostram que ser anfitrião numa zona vinícola é garantia de uma “boa colheita”. Em Portugal, um anfitrião típico numa dessas zonas recebeu em média mais de €2.300 de abril a junho de 2022.
  • Em maio de 2022, havia mais de 120.000 alojamentos em todo o mundo registados na Categoria de Vinhas na Airbnb.
  • Os anfitriões das regiões vinícolas do Algarve, Douro, Dão, Península de Setúbal, Beira Interior, Alentejo e Minho lideram o ranking de receitas durante o 2º trimestre de 2022.

Quer seja Dia Nacional do Vinho, Dia Internacional do Vinho do Porto, ou qualquer dia da semana, é sempre uma boa ocasião para tomar um copo de vinho, com moderação. Se não acredita, pergunte aos anfitriões dos mais de 120.000 anúncios na Categoria de Vinhas da Airbnb no mundo e em Portugal, onde o número de anfitriões nessas áreas cresceu mais de 70% no primeiro semestre de 2022 face ao mesmo período do ano anterior[1].

Em maio, a Airbnb apresentou uma nova forma de pesquisa através das suas Categorias — incluindo Vinhas. Agora, para os anfitriões, partilhar uma casa próxima de uma vinha é uma garantia de “boa colheita”, e não se trata apenas de uvas. Em Portugal, todos os anfitriões que disponibilizam estadias próximas de vinhas receberam globalmente mais de 1 milhão de euros apenas no 2º trimestre de 2022. Em média, cada anfitrião individual nessa categoria recebeu €2,300 nesse mesmo período.

A 30 de junho de 2022, 80% dos anfitriões portugueses na Categoria de Vinhas tinham mais de 40 anos, e 52% identificavam-se como mulheres1. Os hóspedes portugueses interessados na atividade vinícola também apresentam características variadas1, desde Millenials (48%) a Gen X (28%) ou boomers (14%), a, noutra perspetiva, famílias que procuram uma escapadinha rural (26%) e pares românticos ou grupos de amigos (34%).

A oportunidade de os anfitriões receberem mais rendimentos abrange todo o país e todas as castas. As principais regiões portuguesas onde os anfitriões próximos de vinhas mais receberam no 2º trimestre de 20221 são as seguintes:

  • Faro (€894.000)
  • Vila Real ($265.000)
  • Viseu ($155.000)
  • Setúbal ($76.000)
  • Guarda ($31.000)
  • Évora ($21.000)
  • Beja ($17.000)
  • Braga ($8.000)

Para obter mais informação sobre alojamentos, em regiões vinícolas ou fora delas, visite airbnb.com/host.

Tinkle