CDU SBA | Medidas Firmes para Resolução dos problemas na Central Orgânica da ALGAR

0
620
CDU-Coligacao-DemUnitaria

A Central de Valorização Orgânica da ALGAR situada em São Brás de Alportel voltou, pelos piores motivos, a ser tema de conversa. Uma vez mais surgiram denúncias, por parte de moradores, de que se registavam novamente problemas com cheiros e ruído, que se faziam sentir um pouco por toda a zona da Mesquita, Peral, Barracha e arredores.

Os motivos das denúncias terão sido confirmados por quem se deslocou ao local, como, aliás, sempre tem vindo a suceder quando se verificam estas denúncias.

Em função das denúncias tornadas públicas, a situação foi também motivo de intervenção por parte do eleito da CDU na sessão da Assembleia Municipal de São Brás de Alportel do passado dia 28 de Setembro de 2022.

Mário Cunha, o eleito da CDU, deu conta do facto de a ALGAR ter, de acordo com informação feita chegar àquela força política, mantido durante tempo demais um ensurdecedor silêncio sobre as reclamações recebidas, não dando resposta aos moradores da zona.

Defendeu a CDU na intervenção feita, e não obstante terem-se valorizado algumas das iniciativas que foram sugeridas numa reunião realizada com representantes da Autarquia, forças políticas com assento na Assembleia Municipal e a direcção da Central, no passado dia 22 de Setembro, que não será demais exigir ao executivo que sejam empreendidos todos os esforços necessários para que a qualidade de vida que se quer que caracterize o concelho não seja um lema vão, mas uma realidade. Acrescentou ainda o eleito da CDU que “E estes esforços não podem ficar dependentes de uma qualquer deferência à administração da ALGAR, mas apenas sujeitos à obrigação que todos temos para com o concelho de São Brás de Alportel e a sua população. E essa obrigação exige medidas firmes para que não tenhamos de estar a promover reuniões para tratar de reclamações de forma cíclica! O que exige são, repito, medidas firmes, envolvendo nomeadamente as autoridades competentes nestas matérias, como as autoridades de saúde pública para que possam intervir directamente junto da ALGAR. E é preciso também não ignorar a responsabilidade do Governo.”

Para a CDU não basta ficar a aguardar pela concretização de promessas feitas de que tudo se resolverá, porque, enquanto não se resolve, são as populações que vão sofrendo no dia-a-dia as consequências.

A CDU terminou a sua intervenção assegurando que podem contar com a sua colaboração no que for de colaborar, mas sem nunca abdicar de uma postura crítica, sempre com vista à defesa das populações e dos seus interesses.

CDU SBA

CDU-Coligacao-DemUnitaria