“Colquímica Adhesives” inaugura instalações nos Estados Unidos da América

0
190
Colquímica-Adhesives-EUA-1

O Secretário de Estado da Internacionalização, Bernardo Ivo Cruz, e a Presidente da Câmara de Charlotte, Vi Lyles, inauguraram, esta segunda-feira, as modernas instalações da empresa portuguesa Colquímica Adhesives, localizadas na importante cidade do estado da Carolina do Norte. Cerca de um ano e meio após a entrada em funcionamento, em 2021, em plena pandemia, a subsidiária americana da empresa produtora de adesivos hot-melt para aplicações industriais representa um incremento de 20% na capacidade produtiva anual do Grupo.

Perante uma extensa comitiva de representantes de instituições portuguesas e americanas, João Pedro Koehler, CEO do Grupo Colquímica, revelou-se “muito satisfeito com o balanço dos primeiros 18 meses desta nova unidade. Encontramos em Charlotte as condições ideias para acelerar a globalização da atividade da empresa e explorar as enormes potencialidades dos mercados norte e latino-americano.”

Ao investimento inicial de 12 milhões de euros, a empresa somou já outro meio milhão para modernização tecnológica. Este é um dos principais fatores de diferenciação desta unidade, que incorpora altos níveis de automatização e robotização em todas as fases produtivas. Neste sentido, e visando o contínuo incremento da capacidade produtiva e de armazenamento, a Colquímica Adhesives tem projetado um investimento adicional de 2 milhões de euros.

A abertura das instalações nos Estados Unidos da América representou uma nova etapa no percurso de crescimento sustentável da Colquímica Adhesives, somando-se às duas unidades em Portugal e à de Poznan, na Polónia, inaugurada em 2013. Um trajeto que tem permitido à empresa aumentar continuamente o número de colaboradores, de mercados de exportação e o volume de vendas.

Com uma capacidade produtiva de 71 mil toneladas anuais de adesivos industriais, o Grupo atingiu, em 2021, a faturação recorde de 124 milhões de euros, estimando somar, este ano, 165 milhões em vendas. Emprega, no total, cerca de 400 colaboradores, de 17 diferentes nacionalidades, afirmando-se cada vez mais como um dos maiores players globais da indústria de adesivos hot-melt.

Lançar uma nova unidade produtiva e operação comercial num novo continente, no quadro de uma crise sanitária global, foi um repto de enorme exigência para a Colquímica Adhesives. Um desafio enorme que, de acordo com João Pedro Koehler, só foi superado devido “à enorme resiliência, compromisso e união que desde o primeiro dia as nossas equipas demonstraram, interiorizando com enorme facilidade a cultura que caracteriza o nosso Grupo em qualquer localização. Temos um imenso orgulho nas três dezenas de colaboradores com que contamos em Charlotte, estimando aumentar em quase 50% este número nos próximos dois anos”.

Em 2022, a subsidiária americana deverá representar 7% do volume total de faturação do Grupo, com cerca de 12 milhões de euros em vendas. Valor que deverá crescer mais de 50% no próximo ano, atingindo os 20 milhões e representando 10% da faturação global do Grupo Colquímica.

Com quase 70 anos de atividade, a Colquímica Adhesives exporta, atualmente, os seus produtos para mais de 60 países, servindo sobretudo os mercados da Higiene Pessoal e Nonwoven, Colchões, Embalagens, Conversão de Papel e Montagem de Produto.

Atrevia