‘Projeto do ABC’ para prevenção da COVID-19 em Lares reconhecido a nível Europeu

0
546
ABC-Algarve-Biom-Center

O projeto “Formação de curta duração de capacitação para trabalho em estruturas residenciais para idosos em contexto de pandemia”, foi reconhecido como “boa prática” em termos europeus, nos prémios The European Innovation Partnership on Active and Healthy Ageing.

O projeto do ABC foi criado em contexto de pandemia, integrada no âmbito das medidas implementadas em resposta pelo Ministério do Trabalho Solidariedade e Segurança Social (MTSSS), ainda em 2020 e 2021, e teve como parceiros o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Através da formação no âmbito da resposta à pandemia de COVID-19, o projeto teve como objetivo capacitar os trabalhadores dos Estabelecimentos Residenciais para Idosos (ERPI) com competências técnicas e psicossociais essenciais ao desempenho das funções, inclusive a interação com residentes infetados. As formações decorreram em todo o país, com realização de 72 cursos e foram abrangidos quase 1300 profissionais.

A boa prática será partilhada no âmbito da cerimónia de reconhecimento dos centros de referência europeus de envelhecimento ativo e saudável, no próximo dia 10 de outubro. O projeto do ABC/IEFP/INEM foi a única boa prática portuguesa destacada entre as 4 boas práticas destacadas de toda a Europa. Este projeto integrou um conjunto de medidas que permitiram tornar Portugal no país europeu com menor mortalidade por COVID-19 entre os mais idosos residentes em ERPI.

O ABC destaca a articulação e disponibilidade de todos os elementos envolvidos da sua equipa, nomeadamente ao Óscar Fernandes, Pedro Julião, Filipe Melo e restantes formadores, bem como Susana Tavares, IEFP, INEM, dos centros distritais do ISS e das IPSS envolvidas na formação. Um trabalho de equipa exemplar para benefício dos mais vulneráveis.

WLP

ABC-Algarve-Biom-Center