Tempo de Crónicas | Confiança em Nós e no Progresso

0
352
Tempo-Crónicas-Progresso

Mesmo de caras, o progresso com as eólicas e painéis solares cada vez mais à vista. Garantia para melhor qualidade de vida com menos poluição, mais dias menos sombrios que até passam pelos hábitos alimentares. Do meu lado há quatro meses que, por minha causa já não abatem nenhum animal da terra digamos assim, para me sustentar. Das águas, os do mar, continuarão na minha alimentação.

Mas quanto à pureza atmosférica de que se fala amiúde, repare-se que logo pela manhã andamos mais confiantes, até pensamos que ares menos puros é coisa inexistente. Quando há meses estive no Algarve, tão salútares eram manhãs. Apreciadas também por aqui, são sempre inícios de dia e com muito interesse pelas previsões meteorológicas, já que o tempo na Nova Inglatera pode ter mudanças rápidas, aquém do previsto dias antes. As atenções centram-se muito para quem trabalha na rua, na construção civil etc. Ou como será a circulação rodoviária com o tempo que estão a dar. Por vezes motivos para estar-mos muito atenciosos quanto ás condições do piso das estradas.

Para nós humanos a contar pelas notícias, comentários, reuniões e alertas, está na hora, num tempo crucial para abrandar mudar formas de consumo. Termos confiança no progresso moderno, com alternativas energéticas, carros de menor consumo ou movidos pela energia de baterias. Muito à a fazer em vários domínios para evitar a degradação acelerada do planeta Terra. As Nações Unidas não se cansam de avisar, e tantas vezes na voz do seu Secretário Geral, António Guterres.

Sabemos que hábitos alimentares influenciam na nossa saúde. Não nos deixemos influenciar pela velha história do comer de tudo e nada me faz mal. Daí há consequências para o meio ambiente. Espero continuar fiel e na fé no que digo no primeiro parágrafo desta crónica acerca do meu sustentar. Evidentemente que cada um(a) escolhe pelo que gosta, lhe apetece, e para amantes de hambúrgeres, as vegan já não faltam à disposicão do consumidor que procura produtos novos e de alta qualidade – consideramos os de boa qualidade os mais amigos do ambiente.

Quanto ao brilho do outono por estes lados não tem sido espetacular como de anos passados, culpa-se a seca do verão, por isso, note-se que é causa, razão crédito para evoluir-mos na direção para que o meio ambiente seja mais puro.

Ireneu Vidal da Fonseca, Massachusetts EUA

Tempo-Crónicas-Progresso