REDUNIQ | Negócios faturam mais 11% nesta Black Friday e Cyber Monday

0
150
Reduniq

· Em comparação com os valores registados em 2021, a faturação da Black Friday e Cyber Monday cresceu 6% e 10%, respetivamente;

· Em 2022, cada consumidor gastou, em média, o mesmo valor do ano passado, mas realizou mais 5% de número de compras;

· Moda, Eletrodomésticos & Tecnologia e Artigos de Decoração foram os setores com maior impacto, que representam cerca de 25% do total de faturação registada na Black Friday e Cyber Monday.

Os portugueses compraram mais nesta Black Week, comparativamente ao ano passado. Esta é a principal conclusão do REDUNIQ Insights, relatório da REDUNIQ, a maior rede nacional de aceitação de cartões nacionais e estrangeiros e marca da UNICRE, que conclui que entre 21 e 28 de novembro, e face ao período homólogo, a faturação com cartão dos negócios em Portugal cresceu 11%, com uma maior expressão no aumento do número de compras efetuadas (+17%).

Quando analisadas as datas de maior consumo neste período de análise – a Black Friday e a Cyber Monday – o acquirer português concluiu que a 25 de novembro (sexta-feira) os negócios conseguiram arrecadar mais 6% em faturação em relação ao ano anterior. Já na segunda-feira seguinte (28 de novembro), o crescimento homólogo foi mais significativo, com mais 10% de faturação. Ao mesmo tempo, o fim de semana pós-Black Friday (26 e 27 de novembro) também registou uma variação homóloga positiva na faturação dos negócios (+14%).

Já numa análise mais fina, o REDUNIQ Insights demonstra igualmente que a Black Friday obteve uma performance 25% acima da média dos restantes dias do período em análise, com o pico da faturação a acontecer entre as 17 horas e as 18 horas, tendo sido ultrapassada apenas pelo sábado seguinte (26 de novembro), que registou mais 13% de faturação que a “sexta-feira negra”.

Comparando com 2021, cada consumidor gastou, em média, o mesmo valor do ano passado, mas realizou mais 5% de número de compras. Dados que, de acordo com Tiago Oom, Diretor Comercial da UNICRE e porta-voz oficial do REDUNIQ Insights“comprovam que, apesar do contexto de inflação, os portugueses continuaram a comprar na Black Friday – até mais do que no ano passado. Para além disso, é possível aferir que apesar do aumento do valor médio de número de compras, o valor associado é semelhante ao registado no ano passado, o que pode ser justificado pela alteração do cabaz de consumo e pela consciencialização dos consumidores no tema da inflação. Além disso, o aumento de faturação está também relacionado com o facto de cada vez mais consumidores (e também negócios) aderirem aos pagamentos eletrónicos que, como temos visto nos últimos REDUNIQ Insights, têm registado uma taxa de utilização bastante significativa”.

Apesar de todos os setores terem apresentado performances positivas face ao ano passado, os setores com maior impacto na Black Friday e Cyber Monday foram a Moda, os Eletrodomésticos & Tecnologia e os Artigos de Decoração, que, juntos, representaram cerca de 25% do total de faturação. No setor da Moda, em particular, destaque para o Pronto-a-vestir, para os Artigos de Desporto e para as Sapatarias, com pesos relativos de 6,4%, 2,1% e 0,8%, respetivamente.

Os dados recolhidos têm como base o REDUNIQ Insights, a solução de conhecimento que analisa as transações registadas pela rede de aceitação de pagamentos da REDUNIQ.

LIFT

Reduniq-Black-Week-2022