Mercedes-Benz | Inspeção Ambiental de 360° do EQE Completada com Sucesso

0
228
Mercedes-Impacto-Ambiental-1

Desde 2005, a Mercedes-Benz publica informação sobre o impacto ambiental dos seus produtos de acordo com a norma ISO 14021

• Especialistas externos verificam esta “inspeção ambiental de 360°” detalhada aos automóveis

O EQE passou agora com sucesso a auditoria de validação

Os fatores importantes para a avaliação do ciclo de vida de um veículo elétrico incluem a produção da bateria de alta tensão e os processos de carregamento externo durante a utilização do veículo. A Mercedes-Benz baseia o seu modelo de cálculo em dois pressupostos diferentes: o cenário normal considera a combinação de potência específica de cada país para carregar a bateria de alta tensão e a produção das células da bateria. Contudo, no cenário de regeneração, é utilizada energia proveniente de fontes de energia renovável em cada caso.

Ambos os cenários consideram uma quilometragem de 250.000 km para o EQE. Se for utilizada energia proveniente de fontes renováveis (energia hidroelétrica) na produção de células na China e energia de carregamento na Europa, as emissões de CO₂ ao longo do ciclo de vida podem ser praticamente reduzidas a metade.

Fatores e valores interessantes: resumo da sustentabilidade do EQE

O EQE atinge um excelente coeficiente aerodinâmico (cd) de apenas 0,22 graças ao seu design em forma de arco e às inúmeras soluções de aerodinâmica.

184 componentes com um peso total superior a 78,3 kg podem ser fabricados parcialmente com materiais reciclados (plásticos reciclados e materiais de matérias-primas renováveis).

A química das células da última geração de baterias também foi otimizada para uma maior sustentabilidade: o material ativo é constituído por níquel, cobalto e manganês numa proporção de 8:1:1. O teor de cobalto é desta forma reduzido para dez por cento. As matérias-primas extraídas e processadas de forma responsável fornecem a base para um portfólio sustentável de automóveis Mercedes-Benz.

A maioria dos fornecedores, que representa praticamente 90 por cento do volume de compras anual, já assinou uma Carta de Ambição. Nesta carta o fornecedor declara a sua vontade de no futuro fornecer peças exclusivamente produzidas de forma neutra em emissões de CO2.

Desde 2022 que a produção em todas as fábricas de automóveis ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros da Mercedes-Benz é neutra em emissões de CO2.

Desde 2021, a Mercedes-Benz assegurou uma compensação subsequente com eletricidade verde quando os clientes utilizam o serviço Mercedes me Charge[1] para carregar os seus automóveis na Europa. Os certificados de origem asseguram que a quantidade de energia elétrica de fontes renováveis fornecida à rede elétrica é igual à quantidade de energia elétrica consumida após o processo de carregamento.

[1] Para permitir a utilização do Mercedes me Charge dos serviços Mercedes me connect, é necessário estabelecer um contrato de carregamento separado com um fornecedor terceiro selecionado, para fins de pagamento e emissão de fatura do carregamento. Para a utilização dos serviços Mercedes me connect, será necessário criar uma conta de utilizador Mercedes me e aceitar os respetivos Termos de Utilização.

Mercedes-Benz