Adecco Portugal | Interações Informais no Local de Trabalho são Produtivos

0
755
Interações-Informais

Sim. É nos encontros informais, durante pausas para café ou uma ida à fotocopiadora, que muitas vezes é lançada a semente que inspira as pessoas e as torna mais produtivas no local de trabalho. Na realidade atual, isto pode ser especialmente difícil, visto que muitos profissionais se encontram a trabalhar em regime remoto. Dar prioridade a conversas espontâneas e encontros aleatórios pode levar-nos à inspiração e tirar partido das nossas tarefas pendentes. Veja os insights reunidos pela Adecco Portugal sobre este tema.

Isto não é apenas uma ideia hipotética. De acordo com Anita Williams Wolley, professora associada de comportamento organizacional e teoria na Carnegie Mellon’s Tepper School of Business, estas interações espontâneas podem levar a uma melhor resolução de problemas, produtividade e criatividade: “Estas conversas acontecem naturalmente no escritório, e fazem-nos sentir como se não estivéssemos a ser produtivos, mas estamos”, diz Anita. “Em última análise, estas conversas influenciam a qualidade do que é produzido”.

A relação das interações espontâneas com a produtividade e a criatividade

Antes de todos começarmos a trabalhar a partir de casa, conversas aleatórias e reuniões de escritório proporcionavam uma pausa diária muito necessária. “Sabemos pela psicologia da produtividade e da resolução de problemas que as pausas periódicas são realmente benéficas”, sublinha Wolley. As interações espontâneas ajudaram a ditar “a cadência com que se fazem pausas, por isso se se está a trabalhar num ambiente de escritório, é preciso levantar-se e andar mais para fazer as coisas do que quando se está em casa”.

Além disso, as pausas dão um espaço criativo para reanalisar e adotar a melhor abordagem para seguir em frente. “Há um fenómeno em psicologia, em torno da criatividade e da resolução de problemas… que quando se deixa de trabalhar num problema, continua-se a pensar sobre ele, e quando se volta a ele, surgem coisas novas que de outra forma não se teriam feito”, justifica Anita Wolley.

As interações espontâneas podem proporcionar os benefícios da ‘feliz coincidência’ de um trabalho de equipa e colaborações saudáveis. “No processo de deslocação no escritório, encontra-se com pessoas. Estas são pessoas que sabem algo sobre o seu trabalho, mas podem não estar a trabalhar exatamente na mesma atividade. E estas conversas são suscetíveis de criar ligações a coisas tangencialmente relacionadas com o seu desempenho, e sugerir uma nova parceria, gerando ideias criativas”, diz a especialista.

A mistura de diferentes especialidades ou departamentos pode ter um benefício único. Contudo, em trabalho remoto, este tipo de momentos criativos são menos prováveis de acontecer.

Mais efeitos da espontaneidade

Os momentos espontâneos também podem ajudar a formar uma rede mais forte de apoio emocional aos colaboradores. Pode-se pensar nas interações espontâneas como uma forma de monitorizar o bem-estar e estado de espírito dos colegas. “Para as organizações, há uma enorme quantidade de informação que os líderes e colegas de trabalho têm uns sobre os outros no ambiente tradicional”, diz Woolley. “O grande desafio num ambiente remoto é o silêncio”. E quer esteja à procura de um novo dentista ou precise de recomendações sobre um infantário para os seus filhos, conversas casuais podem ajudar a reforçar a qualidade da vida pessoal.

Reservar tempo para conversas casuais

Não é de admirar que momentos espontâneos nos aproximem. Estimulam-nos criativamente, através de novos conhecimentos, ligam-nos a diferentes pessoas e humanizam o trabalho. Mas podemos recriar estes momentos num ambiente remoto. Apenas requer ser mais intencional e compreender a importância destas interações. Woolley salienta que os líderes podem encorajar as pessoas a comunicar entre si e criar tempo para conversar, mesmo que não seja explicitamente relacionado com o trabalho.

Outra técnica é criar um centro de interação sempre acessível, tal como uma sala de reuniões constantemente, onde as pessoas podem ir e vir como quiserem, uma iniciativa que a Adecco Portugal teve durante os confinamentos com a criação das salas de café, do chá do sumo de laranja, cujo objetivo era reunir os seus colaboradores num espaço online perfeitamente informal.

GetSmart

Interações-Informais