Solta Mente: Feliz Natal

0
518
Feliz-Natal-Solta-Mente

“Sozinho em Casa”, ou membro da “Família Claus”, é tempo de “Crónicas de Natal”. É tempo de magia, de acreditar que “O Amor Acontece” e que “O Pai Natal Existe Mesmo”.

Não se personifique o “Grinch” enquanto se procura o “Tesouro de Natal” no “Assalto ao Shopping”, entre magotes de pessoas com ares de terem alimentado o “Gremlin” depois da meia-noite, várias vezes durante a semana. Sorria. Escolha o comércio local, ou então limite o consumismo de vez.

Mesmo que caminhar na rua pareça uma “Odisseia no Espaço” digna de “O Último dos Moicanos”, “Faça a coisa Certa”, não seja “Conan o Bárbaro”, seja gentil com as pessoas. Já agora, envie mesmo o “Cartão de Natal” em vez de publicar para toda a gente na “Rede”.

Seja paciente. Que importa se é da “Família Adams”, ou que tem “Um Sogro do Pior”, ou que a sua madrasta seja uma “ET”? Que importa não saber ao certo o que é “O Segredo de Natal”?

O “Amor Não Tira Férias”! Sinta a “Música no Coração”, e desde que “Por favor não comam os malmequeres”, estará tudo bem. Um Feliz Natal, com ou sem filmes, são os votos desta que vos tenta arrancar um sorriso, consciente do poder universal que os ecrãs adquiriram nas nossas vidas.

Selma Nunes

Feliz-Natal-Solta-Mente