ORPEA | Controlar e Colesterol nos Séniores após Excessos da Época Festiva

0
848
Excesso-Festas-Idosos

O colesterol é essencial para o bom funcionamento do corpo, mas em excesso torna-se um fator de risco cardiovascular. Após a época das festividades, os níveis de colesterol costumam aumentar, fator que deve ser controlado para evitar problemas cardiovasculares, principalmente nos seniores. A alimentação e o exercício físico, bem como a realização de exames pelo menos uma vez no ano, são alguns dos conselhos dos profissionais da ORPEA para o controlo do colesterol.

De acordo com André Rodrigues, médico coordenador das Residências ORPEA em Portugal “O colesterol é essencial para o bom funcionamento do corpo, mas em excesso torna-se um fator de risco cardiovascular. Deste modo, é importante que os seniores sigam uma alimentação saudável e equilibrada, mantenham-se ativos e pratiquem alguma atividade física”.

“É igualmente necessário realizar análises ao sangue de tempos a tempos, porque o colesterol não apresenta sintomas. A única forma de detetá-lo e controlá-lo é através destes exames”, ressalva André Rodrigues.

Neste sentido, as equipas especializadas e multidisciplinares das residências ORPEA examinam regularmente os residentes e realizam análises frequentes onde verificam, entre outros valores, os níveis de colesterol e triglicéridos para prevenir complicações cardiovasculares.

O médico coordenador das Residências ORPEA em Portugal deixa, assim, alguns conselhos que ajudam a controlar o colesterol:

“Dieta saudável, ideal para o coração”

Uma alimentação com excesso de gordura, principalmente saturada (doces, enchidos, carnes, alimentos industrializados…) e gorduras trans (fritos, panados, congelados, snacks e pastéis industriais) são um dos principais fatores de risco para a hipercolesterolemia. Portanto, para controlar o colesterol é aconselhável seguir uma dieta saudável. A Dieta Mediterrânea é a mais recomendada, é rica em vegetais, legumes e frutas, além de peixes e cereais, principalmente grãos integrais.

A forma de cozinhar os alimentos também é importante. Cozido, grelhado ou assado são as opções mais aconselháveis. As Residências ORPEA têm os seus próprios Chefs que têm um amplo conhecimento sobre a alimentação mais adequada para os seniores, e em cada centro a comida é confeccionada de acordo com as necessidades e preferências de cada residente.

“É importante controlar o peso”

O controlo do peso também é crucial para diminuir os níveis de colesterol no sangue; no entanto, é um dos objetivos mais difíceis de alcançar. Na verdade, a obesidade aumenta com a idade. Para reduzir o colesterol, o consumo de gorduras deve ser revisto, não só em termos de quantidade, mas também de qualidade, uma vez que as gorduras são necessárias para o bom funcionamento do corpo, mas é necessário escolher bem quais são saudáveis. As mais aconselháveis são as gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas, que são as encontradas nas nozes, azeite, abacate e peixes, principalmente os mais gordurosos, que contêm ômega.

“Praticar atividade física moderada”

A prática de exercício físico aeróbico (caminhada, ciclismo, natação) ou a realização de exercícios de força (subida de degraus, agachamento, levantamento de pesos…), pelo menos 30 minutos por dia, ajuda a regular o colesterol de forma natural, reduzindo o colesterol mau (LDL) e aumentando o colesterol bom (HDL).

“Nas residências ORPEA são realizados exercícios físicos para manter o bem-estar e a forma física dos residentes. Estas atividades adaptam-se às capacidades e necessidades de cada pessoa e, em muitos casos, são individualizadas e prescritas por uma equipa multidisciplinar que avalia previamente o sénior”, conclui André Rodrigues.

MKA

Excesso-Festas-Idosos