Grupo de Médicos Voluntários Portugueses dá Consultas e faz Cirurgias em São Tomé e Príncipe

0
1082
ANDAR-Artrite-Reumatóide

Um grupo de sete médicos portugueses parte no próximo domingo, 19 de fevereiro, para São Tomé e Príncipe numa missão humanitária organizada pela A.N.D.A.R. – Associação Nacional dos Doentes com Artrite Reumatoide.

Durante uma semana será prestado apoio médico à população, de acordo com as necessidades identificadas pelas instituições locais, ao abrigo de vários projetos elaborados pela Santa Casa da Misericórdia de São Tomé e da Congregação das Irmãs Franciscanas da Imaculada Conceição. Integram a equipa médicos das especialidades de Ortopedia, Reumatologia, Pediatria e Dermatologia, bem como uma Médica Dentista e uma Farmacêutica, que se ofereceram para participar no projeto, num gesto solidário e altruísta.

Além das consultas diárias das diversas especialidades médicas, entre os dias 19 e 26 de fevereiro a missão humanitária prevê também realizar cirurgias ortopédicas de forma gratuita aos doentes mais carenciados. Estas cirurgias, serão realizadas no Hospital Aires Meneses.

Ao longo da semana será possível, com o apoio da Associação das Farmácias de Portugal, organizar e informatizar uma farmácia em são Tomé, de modo a melhorar o apoio prestado à população.

A A.N.D.A.R. reuniu ainda mais de 40 toneladas de bens. No âmbito dessa missão, serão entregues a instituições de São Tomé e Príncipe cerca de 500 livros infantis, mais de 10.000 lápis, 2.500 canetas, cadernos, blocos, 800 mochilas, entre outros materiais didáticos. Seguem, também, bens alimentares não perecíveis (arroz, esparguete, massa, leguminosas e papas infantis).

Esta missão humanitária, que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da Assembleia da República, junta o Estado Português e a sociedade civil na garantia dos direitos sociais, políticos, civis e culturais centrados no fortalecimento dos sistemas de saúde locais, tal como reiterado na “Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável”, da Organização das Nações Unidas. De acordo com o “Objetivo 3”, pretende-se “atingir a cobertura universal de saúde, incluindo a proteção do risco financeiro, o acesso a serviços de saúde essenciais de qualidade e o acesso a medicamentos e vacinas essenciais para todos de forma segura, eficaz, de qualidade e a preços acessíveis”.

A comitiva que seguirá para São Tomé e Príncipe integra António Lacerda Sales (Ortopedista), António Vilar e Patrícia Pinto (Reumatologistas), Maria do Céu Machado (Pediatra), Paulo Ferreira (Dermatologista), Rita Pereira (Dentista), Manuela Pacheco (Farmacêutica), José Eduardo Fonseca (Informático) e Arsisete Saraiva de Almeida (Presidente da A.ND.A.R.).

A partida está marcada para 19 de fevereiro, pelas 9h, e o regresso para dia 26.

WLP

ANDAR-Artrite-Reumatóide