Faro | Município Lamenta Profundamente Falecimento de João Manuel Falcão Marques

0
473
Luto-CM-Faro

Empresário e alto quadro de companhias de seguros, Falcão Marques destacou-se também pela sua ação cívica e política, tendo sido dirigente do Partido Socialista.

O Município de Faro vem por este meio manifestar publicamente o mais profundo pesar pelo falecimento de João Manuel Falcão Marques.

Natural da Maia (Porto), onde nasceu a 1 de outubro de 1946, João Manuel Falcão Marques foi o segundo de cinco irmãos e residiu durante vários anos em Évora, cidade onde viria a casar e nasceram os seus dois filhos, Nuno e João.

Antes, tinha cumprido três anos de serviço militar na Guerra do Ultramar, na Guiné, como alferes miliciano, experiência marcante na sua vida e da qual regressou inteiramente convicto dos ideais de liberdade e soberania dos povos, causa à qual aderiu de forma profunda e desinteressada.

Já em Évora, começou por trabalhar na repartição de Finanças da cidade, tendo ingressado posteriormente como profissional de seguros na Mundial Confiança, atividade profissional na qual cresceu e a que dedicou praticamente toda a carreira.

A partir de 1981, chegou a Faro para dirigir a Portugal Previdente no Algarve, tendo participado de forma empenhada no processo de fusão desta com  várias outras seguradoras que vieram a formar a Allianz Portugal.

Com a sua vida familiar estabelecida em Faro, Falcão Marques destacou-se como alto quadro desta empresa e diretor comercial, abrangendo na sua atividade as zonas de Portalegre, Seixal, Castelo Branco, Évora, Beja, Algarve e ilha da Madeira, até à sua reforma em 2003, regiões que ficou a conhecer profundamente e às quais se manteve sempre fortemente ligado também por razões familiares. A partir de 2003, após a saída da companhia, estabeleceu-se como mediador de seguros em Faro, tendo ao longo do seu percurso formado inúmeros jovens para esta área de atividade e contando como clientes inúmeras pessoas e empresas da cidade e da região, além do próprio Município de Faro.

Continuou a trabalhar como profissional de seguros até se afastar mais definitivamente em 2019, sendo o filho João Marques o rosto da continuidade do projeto.

Paralelamente à sua vida profissional, desde muito se cedo se interessou pelas causas cívicas e combates do Partido Socialista, em que militou até ao seu falecimento, tendo-se destacado como presidente da Federação do PS de Évora e da concelhia do PS Faro. Foi também deputado na Assembleia Municipal de Faro durante três mandatos, desde 1998 a 2009, cargo que sempre desempenhou em prol dos melhores interesses do concelho.

Pessoa de carácter e convicções, Falcão Marques foi profundamente empenhado na sua participação cívica e social, tendo contribuído decisivamente para vários projetos que são ainda hoje importantes conquistas para o Município, tendo sido exemplar na dedicação e abnegação com que sempre assumiu os seus compromissos cívicos e políticos e no carinho que sempre manifestou pela nossa cidade.

CM Faro

João-Manuel-Falcão-Marques