Ajuda em Ação | Empreendedorismo Feminino neste Dia Internacional da Mulher

0
320
Ajuda-Ação-Mulheres
  • Campanha global “Obrigado, por ser Ajuda” visa aumentar a sensibilização para o empreendedorismo feminino como um poderoso instrumento para promover a igualdade de género, erradicar a pobreza, e impulsionar o crescimento económico global.
  • Em Portugal, projeto de costura “Mulheres em Ação” promove o empoderamento feminino junto da comunidade de Camarate.

A campanha global “Obrigado, por ser Ajuda”, é lançada pela fundação Ajuda em Ação para assinalar o Dia Internacional da Mulher, que se celebra no próximo dia 8 de março. A campanha visa aumentar a sensibilização para o empreendedorismo feminino como um poderoso instrumento para promover a igualdade de género, erradicar a pobreza, e impulsionar o crescimento económico global.

A mensagem da campanha, “Obrigado, por ser Ajuda”, encoraja todos a apoiarem as mulheres empreendedoras, reconhecendo e promovendo os seus negócios. O empreendedorismo feminino tem o potencial de transformar comunidades e economias, proporcionando empregos, promovendo a independência financeira, criando novos mercados e produtos.

Atualmente, de acordo com dados da ONU, cerca de 60% das mulheres do mundo trabalham na economia informal, expondo-as a mais pobreza. A discriminação também reduz o acesso a bens económicos como a terra, essencial para as comunidades indígenas ou países dependentes da agricultura, sendo que, a nível mundial, apenas 13% das mulheres são proprietárias de terras agrícolas. Além disso, estima-se que as mulheres em todo o mundo poderiam aumentar os seus rendimentos até 76% se a disparidade na participação no emprego e a disparidade salarial entre homens e mulheres fosse colmatada, de acordo com um dos últimos relatórios da Actionaid.

Queremos celebrar e capacitar as mulheres empresárias que fazem a diferença nas suas comunidades e contribuem para a economia global“, afirma Linda Morango, Diretora de Marketing da Ajuda em Ação. “As mulheres empresárias são frequentemente negligenciadas e subvalorizadas, e esta campanha visa mudar isso mostrando os seus sucessos e promovendo os seus negócios“.

Com base em 42 anos de experiência de trabalho em projetos de emprego em 21 países, a Ajuda em Ação desenvolveu um conjunto de recomendações globais para melhorar o acesso e o estatuto das mulheres no mundo do trabalho:

  1. Desenvolver políticas de recuperação económica sensíveis ao género, incluindo o apoio a sectores e profissões, tais como o sector dos cuidados, turismo ou comércio.
  2. Assegurar sempre que as medidas de ajustamento económico que terão lugar nos próximos anos não prejudiquem direta ou indiretamente os grupos mais vulneráveis. Quando o apoio aos cuidados é cortado, as mulheres são diretamente afetadas.
  3. Promover o acesso das mulheres às indústrias onde os homens são maioritários através da educação e formação.
  4. Facilitar o seu acesso a todas as medidas económicas destinadas à formação profissional, acesso à terra, recursos naturais e produtivos ou acesso fácil ao crédito, entre outras.
  5. Promover a participação das mulheres no planeamento do desenvolvimento rural.
  6. Promover medidas políticas para reconhecer, reduzir e redistribuir a sobrecarga de trabalho não remunerado que ocorre nos agregados familiares e que é realizado na sua maioria por mulheres.
  7. Apoiar a educação das mulheres e promover a utilização e conhecimento de novas tecnologias, uma vez que estas serão fundamentais para o acesso ao futuro emprego.
  8. Trabalhar diretamente com organizações feministas e de mulheres, que têm conhecimento em primeira mão da situação das mulheres e das suas necessidades.
  9. Desenvolver ferramentas acessíveis de ensino à distância e assegurar que a educação seja acessível a todas.

A campanha digital “Obrigado, por ser Ajuda” irá ainda apresentar histórias de mulheres empreendedoras bem-sucedidas, destacando as suas realizações e desafios. O seu objetivo final é inspirar mais mulheres a iniciar os seus próprios negócios, criando um mundo mais equitativo e próspero para todos, e está a ser lançada em vários países além de Portugal, como Colômbia, Equador, México, Peru e Espanha, sendo que, além da campanha digital, cada país irá também promover várias iniciativas dentro do seu próprio território com o objetivo de inspirar e estimular competências de empreendedorismo e promovam o debate sobre o tema. 

“Mulheres em Ação” – projeto de costura em Camarate promove empreendedorismo feminino

O projeto de costura “Mulheres em Ação” em Camarate, Loures, é realizado nas instalações da Associação Jovem Despertar desde 2019, e tem como objetivo empoderar mulheres que vivem numa situação de vulnerabilidade social e fornecer-lhes as ferramentas necessárias para se tornarem protagonistas do seu próprio futuro. Ao todo, o projeto Mulheres em Ação ajudou já 40 mulheres de diferentes etnias e culturas.

Além da formação em costura, o projeto oferece também ferramentas de desenvolvimento pessoal e formação em literacia digital, marketing e empreendedorismo, competências que visam empoderar estas mulheres e incentivá-las a empreender nos seus potenciais negócios.

Atrevia

Ajuda-Ação-Mulheres