São Brás de Alportel | “Março, Mês da Mulher”

0
441
SBA-Mês-Mulher-1

Arte, teatro, cinema e literatura preenchem o programa de comemorações são-brasenses do Dia Internacional da Mulher, mais uma edição deste “Março, Mês de Mulher”

O Município de São Brás de Alportel dedica, uma vez mais, a todas as Mulheres o mês de março,  com um programa de atividades que se intitula “Março, Mês de Mulher” e que pretende prestar homenagem a todas as mulheres, que têm vindo a lutar, através dos séculos, pela igualdade de direitos e oportunidades entre homens e mulheres, por uma sociedade verdadeiramente mais inclusiva e mais justa.

A Biblioteca Municipal Dr. Estanco Louro convida a conhecer a exposição “Ecos de Mulher”, com trabalhos de Ana Bannon que representam os vários humores, sentimentos e estados de espírito das mulheres, como forma de elevar cada uma na sua essência. Esta exposição está patente até 25 de março.

“Convívio entre Elas” é a proposta da Rede Envolve (atividades de intervenção sénior do concelho) para esta quarta-feira, dia 8, pelas 14h30, no Centro Museológico.

No domingo, dia 12, a Associação Casa- Museu José Pinto Contreiras, de Gorjões, apresenta a peça de teatro “As Mulheres do Alto”, no São Brás CineTeatro Jaime Pinto, a partir das 15h00. Os bilhetes (no valor de 1,5€) estão à venda na Galeria Municipal e na bilheteira do Cineteatro no dia do espetáculo, a partir das 15h00.

A essência feminina celebra-se também com a sétima arte, com a proposta do CinemaLua para a segunda-feira, dia 20, a partir das 19h15, no São Brás CineTeatro Jaime Pinto com a película: “Nós Duas”.

No dia 26, a edição de março do Ciclo de Passeios Natureza “O Passado Convida” que integra o ciclo de Passeios convida a conhecer melhor a vida e obra de Virgínia Passos, uma das ilustres figuras da cultura são-brasense.

O programa são-brasense de comemorações do Dia Internacional da Mulher termina a 31 de março, na Biblioteca Municipal cujo Clube de Leitura irá debruçar-se sobre a obra do escritor japonês Tashikazu Kawaguchi: “Antes que o café arrefeça”.

Uma obra que acompanha a vida de quatro mulheres que recordam momentos determinantes das suas vidas.

Como é já tradição do município, este Dia é também marcado pelo lançamento de um marcador comemorativo, com uma mensagem do presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vitor Guerreiro, neste Dia Internacional da Mulher:

“Nesta data histórica é dia de reflexão sobre o papel da mulher na nossa sociedade, sem esquecer os sacrifícios do passado em prol da igualdade de direitos, mas com esperança de um presente mais consciente e respeitador da condição humana e do “Ser” Mulher.

O atual contexto de conflito armado na Europa mostra-nos um dos principais poderes da MULHER: a capacidade de superar limites e amar nos contextos mais difíceis. Verdadeiras heroínas… guerreiras anónimas do mundo real, que cruzam fronteiras, deixam familiares e bens materiais, levando consigo apenas os seus bens mais preciosos, os filhos e os mais vulneráveis.

Mas muitas outras batalhas invisíveis se travam diariamente, dentro e fora de casa. Mulheres mães, filhas, netas, esposas, trabalhadoras exímias nas mais diversas áreas de intervenção, que perante as dificuldades impostas por múltiplos fatores continuam a lutar e a dar rosto ao amor.

É premente investir na mudança interior das novas gerações, incutir valores humanistas, de solidariedade e acima de tudo dignidade humana. As questões da paridade de género e direitos humanos, transversais a todos os estratos sociais, são temas que implicam um esforço coletivo, porque um futuro melhor só será possível de mãos dadas.

A IGUALDADE fortalece-se através da união e do amor; renova-se através da liberdade de cada ser humano escolher o seu percurso e mede-se na aceitação da diferença, uma diferença que enriquece e completa o ser humano. Feliz Dia da Mulher!”

Arte, teatro, cinema e literatura preenchem o programa de comemorações são-brasenses do Dia Internacional da Mulher, mais uma edição deste “Março, MÊs de Mulher”

O Município de São Brás de Alportel dedica, uma vez mais, a todas as Mulheres o mês de março,  com um programa de atividades que se intitula “Março, Mês de Mulher” e que pretende prestar homenagem a todas as mulheres, que têm vindo a lutar, através dos séculos, pela igualdade de direitos e oportunidades entre homens e mulheres, por uma sociedade verdadeiramente mais inclusiva e mais justa.

A Biblioteca Municipal Dr. Estanco Louro convida a conhecer a exposição “Ecos de Mulher”, com trabalhos de Ana Bannon que representam os vários humores, sentimentos e estados de espírito das mulheres, como forma de elevar cada uma na sua essência. Esta exposição está patente até 25 de março.

“Convívio entre Elas” é a proposta da Rede Envolve (atividades de intervenção sénior do concelho) para esta quarta-feira, dia 8, pelas 14h30, no Centro Museológico.

No domingo, dia 12, a Associação Casa- Museu José Pinto Contreiras, de Gorjões, apresenta a peça de teatro “As Mulheres do Alto”, no São Brás CineTeatro Jaime Pinto, a partir das 15h00. Os bilhetes (no valor de 1,5€) estão à venda na Galeria Municipal e na bilheteira do Cineteatro no dia do espetáculo, a partir das 15h00.

A essência feminina celebra-se também com a sétima arte, com a proposta do CinemaLua para a segunda-feira, dia 20, a partir das 19h15, no São Brás CineTeatro Jaime Pinto com a película: “Nós Duas”.

No dia 26, a edição de março do Ciclo de Passeios Natureza “O Passado Convida” que integra o ciclo de Passeios convida a conhecer melhor a vida e obra de Virgínia Passos, uma das ilustres figuras da cultura são-brasense.

O programa são-brasense de comemorações do Dia Internacional da Mulher termina a 31 de março, na Biblioteca Municipal cujo Clube de Leitura irá debruçar-se sobre a obra do escritor japonês Tashikazu Kawaguchi: “Antes que o café arrefeça”.

Uma obra que acompanha a vida de quatro mulheres que recordam momentos determinantes das suas vidas.

Como é já tradição do município, este Dia é também marcado pelo lançamento de um marcador comemorativo, com uma mensagem do presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vitor Guerreiro, neste Dia Internacional da Mulher:

“Nesta data histórica é dia de reflexão sobre o papel da mulher na nossa sociedade, sem esquecer os sacrifícios do passado em prol da igualdade de direitos, mas com esperança de um presente mais consciente e respeitador da condição humana e do “Ser” Mulher.

O atual contexto de conflito armado na Europa mostra-nos um dos principais poderes da MULHER: a capacidade de superar limites e amar nos contextos mais difíceis. Verdadeiras heroínas… guerreiras anónimas do mundo real, que cruzam fronteiras, deixam familiares e bens materiais, levando consigo apenas os seus bens mais preciosos, os filhos e os mais vulneráveis.

Mas muitas outras batalhas invisíveis se travam diariamente, dentro e fora de casa. Mulheres mães, filhas, netas, esposas, trabalhadoras exímias nas mais diversas áreas de intervenção, que perante as dificuldades impostas por múltiplos fatores continuam a lutar e a dar rosto ao amor.

É premente investir na mudança interior das novas gerações, incutir valores humanistas, de solidariedade e acima de tudo dignidade humana. As questões da paridade de género e direitos humanos, transversais a todos os estratos sociais, são temas que implicam um esforço coletivo, porque um futuro melhor só será possível de mãos dadas.

A IGUALDADE fortalece-se através da união e do amor; renova-se através da liberdade de cada ser humano escolher o seu percurso e mede-se na aceitação da diferença, uma diferença que enriquece e completa o ser humano. Feliz Dia da Mulher!”

CM SBA