AIA | GP Tissot Portugal – 123.608 Espectadores durante o Fim-de-Semana

0
592
AIA-GP-Tissot-Portugal-5

Após toda a animação e grande espectáculo que foi a corrida Sprint no dia anterior, este Domingo o Autódromo Internacional do Algarve encheu-se de público para um dia de corridas único e bem especial. O campeão do mundo Francesco Bagnaia tinha sido o vencedor no dia anterior e desta feita com o dobro das voltas e mais dez quilos de peso nas motos – mais dez litros de combustível nos depósitos – a história poderia ser totalmente diferente. Marc Marquez arrancou na frente mas ainda na primeira passagem pelos 4592 metros do circuito algarvio Miguel Oliveira levantou as bancadas ao assumir a primeira posição aos comandos da sua Aprilia.

Com Miguel Oliveira na frente do pelotão a festa lusa durou no entanto muito pouco tempo pois na segunda volta um erro de Marc Marquez na travagem para a curva 3 deixou ambos os pilotos fora de prova e um gigantesco coro de assobios ao espanhol que de imediato se aproximou de Miguel Oliveira e pediu desculpa aos portugueses.

Nesse momento também Jorge Martin se atrasou de forma irremediável e a liderança da corrida ficou nas mãos de Francesco Bagnaia que não mais a largou até receber a bandeira de xadrêz na primeira posição na frente de Maverick Viñales e Marco Bezzecchi, com o primeiro a tentar durante muitas voltas, sem sucesso, passar Bagnaia e o segundo a subir na classificação até se instalar em definitivo nessa posição na sexta volta.

Atrás destes formou-se um quarteto de luxo com Alex Marquez, Jack Miller, Brad Binder e Johan Zarco e entre várias trocas de posições na fase final, luta em que se envolveu igualmente Aleix Espargaró, foi mesmo Zarco na última curva quem surpreendeu ao assumir o quarto posto ao passar Alex Marquez.
Bagnaia mostrou-se assim como o mais forte no fim-de-semana ao conquistar no Autódromo Internacional do Algarve expressivos 62 pontos, arrancando assim o ano de defesa do título de forma perfeita.

Top 10:

1. Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team) – 1:38.875
2. Maverick Viñales (Aprilia Racing) + 0.687
3. Marco Bezzecchi (Mooney VR46 Racing Team) + 2.726
4. Johann Zarco (Prima Pramac Racing) + 8.060
5. Alex Marquez (Gresini Racing MotoGP™) +8.125
6. Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing) + 8.247
7. Jack Miller (Red Bull KTM Factory Racing)+ 8.381
8. Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP™) + 8.543
9. Aleix Espargaro (Aprilia Racing) + 9.294
10. Alex Rins (LCR Honda CASTROL) + 11.992

Moto 2 e Moto 3
Mais uma vez a começar o programa de um típico Domingo de MotoGP as corridas reservadas ás classes Moto 3 Moto 2 foram um excelente aperitivo para o prato forte do dia, as 25 voltas reservadas á corrida maior, MotoGP. Em Moto 3 a vitória foi para Daniel Holgado após um intenso duelo que chegou a contar com mais de uma dezena de pilotos em luta directa. O piloto espanhol levou a melhor sobre David Muñoz e Diogo Moreira, o piloto brasileiro que pela primeira vez subiu ao pódio no campeonato.
Na igualmente competitiva classe intermédia, Moto 2, não faltaram igualmente momentos de intensidade mas a prova acabou por ser dominada por Pedro Acosta que liderando grande parte da mesma fechou o dia na frente de Aron Canet e Tony Arbolino.

Autódromo Internacional do Algarve prepara-se agora para receber nos próximos dias 14, 15 e 16 de Abril a segunda etapa do WEC, o competitivo campeonato do mundo de resistência, prova que contará com a presença de António Félix da Costa.

AIA Portimão