Olhão | Cidade recebeu 1.ª Iberian Technology Summit

0
317
Olhão-1.ª-Iberian-Technology-Summit

Olhão foi a cidade escolhida para receber, a primeira edição da Iberian Technology Summit, que se realizou de 28 a 30 de abril. O evento, que contou com especialistas de topo na área da Tecnologia da Informação (TI), juntou cerca de 400 participantes.

Tratando-se de um setor com uma expressão cada vez mais significativa na Península Ibérica, a Iberian Technology Summit pretendeu criar espaços de rede para profissionais de TI, empresas e pessoas interessadas em entrar no setor em Espanha ou Portugal.

A sessão de abertura contou com a presença do vice-presidente da autarquia, Ricardo Calé. Para além de dar as boas-vindas à capital da ria Formosa aos participantes, o edil aproveitou para anunciar as conversações que se encontram a decorrer com a PwC para que seja instalado na cidade um polo de formação, no seguimento da política de descentralização da empresa.

“A PwC, antigamente conhecida como PricewaterhouseCoopers, é uma rede de firmas independentes e uma das maiores multinacionais de consultoria e auditoria do mundo. A vinda de um polo de formação para Olhão não poderia estar mais em linha com a aposta do Município na criação de condições de atração e fixação de empresas e profissionais ligados à Investigação e Desenvolvimento, com a consequente criação de postos de trabalho”, adiantou Ricardo Calé.

Uma aposta que, sublinhou, “faz ainda mais sentido se estiver ligada ao setor da economia do mar“.

O autarca referia-se à criação do Polo Hub Azul, “um investimento de 4 milhões de euros dedicado exclusivamente à investigação e tecnologia na área do mar, que vai nascer já em 2025 no porto de pesca de Olhão”.

“Em conjunto com os parceiros, vamos criar no nosso concelho uma infraestrutura que vai permitir criar sinergias que potenciem o desenvolvimento, atraiam empresas e investimento, e criem postos de trabalho”, acrescentou Ricardo Calé.

Houve, ainda, oportunidade para anunciar a aquisição de um terreno de cerca de 50 hectares, para acolher um polo tecnológico.

“Entre Lisboa e Olhão, o investidor optou pela cidade cubista, pelas condições oferecidas e pela qualidade vida que a região proporciona a quem aqui vive e trabalha”.

O vice-presidente da autarquia terminou a sua intervenção na abertura da 1.ª Iberian Technology Summit sublinhando que “Olhão está de braços abertos para acolher iniciativas e empresas de cariz tecnológico que são, afinal, o futuro. É um caminho que começámos a trilhar com a instalação do Centro de Investigação e Desenvolvimento da Altice Labs, em 2021. Da parte do Município, continuaremos a criar todas as condições para que sejamos, cada vez mais, o ecossistema perfeito para as empresas e iniciativas de cariz tecnológico”.

CM Olhão