Filme “Já Nada Sei” de Luís Diogo chega em Bruxelas ao 15º Prémio

0
271
Premio-Filme-Ja-Nada-Sei-1

O filme JÁ NADA SEI, de Luís Diogo, venceu o prémio de Melhor Filme no “Art Color Digital Cinema International Film Festival (AC DC IFF)”, informou Alex Sebastian Laibach, diretor do festival belga.

Sendo esta a segunda vez que JÁ NADA SEI recebe o prémio de Melhor Filme de um festival, é também o décimo quinto prémio com que o filme português é distinguido. Entre as várias distinções estão quatro prémios de Melhor Filme Estrangeiro em festivais norte americanos, além de prémios de Melhor Atriz, Melhor Ator, Melhor Realizador, Melhor Fotografia e Melhor Edição, em mais de 30 festivais na América do Norte, América do Sul, Europa, Ásia e África.

Duarte Miguel, Ana Aleixo Lopes e Susie Filipe interpretam os papéis principais de JÁ NADA SEI.
O filme conta a história de um casal escolhido para um documentário sobre casais felizes. Durante 15 dias a equipa do documentário regista depoimentos do casal, de amigos, familiares e colegas. O problema é que Ricardo se quer separar há já algum tempo, mas não tem coragem de o fazer. O documentário obriga-o a refletir sobre a relação e, na busca de respostas, envolve três amigos que demonstram opiniões diferentes sobre a sua relação e o que deve fazer. A cada nova conversa, Ricardo fica ainda mais confuso.

JÁ NADA SEI, depois da estreia nas salas portuguesas, deverá estrear brevemente no Luxemburgo.

Esta é a terceira longa-metragem de Luís Diogo, depois de Pecado Fatal e Uma Vida Sublime. Luís Diogo é também autor dos argumentos originais de A BOMBA, de Leonel Vieira, e GELO de Luís e Gonçalo Galvão Teles.

O filme conta ainda com a participação dos atores Eric da Silva, Carolina Pavão, Rui Oliveira, Miguel Meira, Fábio A. Costa, Carlos Moreira, Valdemar Santos e Soraia Sousa. Com música de Fernando Augusto Rocha, fotografia de Pedro Farate, som de Álvaro Melo, o filme foi produzido por António Costa Valente e Luís Diogo que é também o autor da montagem e do argumento original.

Produzido em conjunto pelo Cine Clube de Avanca e Filmógrafo, o filme foi rodado maioritariamente em Oliveira de Azeméis, com o apoio do Município local, a que se juntaram o Município de Santo Tirso e o Avanca Film Fund.

CC Avanca

Filme-Já-Nada-Sei