Professor Carlos Café representa Portimão na final do Global Teacher Prize Portugal 2023

0
725
Professor-Carlos-Café

O salão nobre da Câmara Municipal de Portimão foi palco na manhã de hoje, 17 de maio, da cerimónia de reconhecimento do trabalho pedagógico desempenhado na comunidade por Carlos Café, professor na Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes e um dos dez finalistas da distinção Global Teacher Prize Portugal 2023, destinada a docentes de todos os níveis de ensino.

“Já me sinto um vencedor, independentemente do resultado final, porque a maior conquista de um professor é combater o tédio e a rotina dos seus alunos”, afirmou Carlos Café, que se considera “um contrabandista que estabelece canais entre as teorias dos filósofos e as vivências e perplexidades dos estudantes, numa espécie de efeito boomerang.”

Segundo a presidente da autarquia anfitriã, Isilda Gomes, “é estimulante termos entre nós um professor como o Carlos Café, que deixa uma marca muito positiva nos seus alunos, a qual perdurará ao longo da vida.”

Na presença de alguns alunos do professor homenageado, a autarca realçou “a honra que constitui a nomeação de Carlos Café, que representa condignamente Portimão”, antes de agradecer ao diretor do Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes, Rui Vassalo de Figueiredo, “todo o trabalho desenvolvido para que haja um bom ambiente escolar, sem o qual não será possível motivar o corpo docente e os alunos.”

Na ocasião, o presidente do júri do Global Teacher Prize Portugal 2023, Afonso Mendonça Reis, afirmou que este projeto dirigido à comunidade educativa “visa combater a apatia, desencadear a proatividade e passar das boas ideias à sua execução eficaz.”

Filosofia em prol da cidadania

Do trabalho educativo de Carlos Carlos Alberto Garrinho Gonçalves merece destaque a sensibilização dos alunos para ações em prol da cidadania, nomeadamente a elaboração de uma petição de homenagem à figura e obra do arquiteto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles, que culminou na criação do Dia Nacional dos Jardins, a celebrar pela primeira vez a 25 de maio, assim como a construção de um espaço na Escola Manuel Teixeira Gomes, que simboliza o livre pensamento e estimula a liberdade de expressão, intitulado ‘Our Speakers Corner’. 

Outra das iniciativas que o docente promove é o Philosophy Spring Festival, realizado em maio conjuntamente com o Clube dos Filósofos Vivos do estabelecimento de ensino onde leciona.

Autor de dois livros, criou ainda o blogue ‘A Filosofia vai ao Cinema’, como espaço de partilha e de reflexão crítica para alunos e professores, atualmente substituído por página no Facebook e canal no YouTube.

Reconhecer e celebrar o papel dos professores

A cerimónia final de premiação do Global Teacher Prize Portugal está marcada para a próxima sexta-feira, 19 de maio, e terá lugar no grande auditório do Instituto Superior Técnico em Lisboa.

Esta é a versão nacional do prémio mundial Global Teacher Prize, também chamado de Nobel da Educação, uma iniciativa presente em mais de 120 países, com o objetivo de celebrar e reconhecer o papel dos professores em todo o mundo.

A edição nacional elege em cada ano a professora ou professor que, em Portugal, se tenha distinguido pela solução encontrado para um qualquer problema ligado à escola e ao ensino, tendo nesta edição sido recebidas 119 candidaturas.

O vencedor receberá 30 mil euros, verba patrocinada pela Fundação Santander, sendo uma parte destinada a replicar ou amplificar o impacto da solução proposta, e outra parte para uso pessoal do vencedor.

O prémio nacional conta ainda com uma parceria especial com o Plano Nacional das Artes, um projeto dos ministérios da Cultura e da Educação.

Formando sociedades desenvolvidas e justas

Ao apostar no reconhecimento do papel central que os professores têm na formação de sociedades mais desenvolvidas, mais prósperas e justas, a distinção foca-se em três objetivos principais: partilhar boas práticas de evolução e mudança mais adaptadas às novas necessidades; promover um debate construtivo sobre o futuro da educação e os novos desafios; sublinhar a importância do papel dos professores no desenvolvimento da educação e do país.

Uma equipa de auditores independentes valida as candidaturas e um júri multidisciplinar e multinacional (composto por professores, especialistas em educação, jornalistas, empresários, gestores, cientistas) avalia as candidaturas e elege o vencedor, sendo novidade na edição deste ano uma menção honrosa dedicada a educadores de infância, que conta com o apoio da UNICEF Portugal.

CM Portimão

Professor-Carlos-Café-Alunos