Projecto “Gymnasium – o Pensamento Transformou o Infinito em Serpente” em Lagos

0
330
Gymnasium-Lagos

O projecto educativo que a Associação Cultural casaBranca desenvolve no Algarve desde 2015 continua comprometido com o desenvolvimento social, cultural e artístico da região.

O projecto Gymnasium – o Pensamento transformou o Infinito em Serpente https://www.casabranca-ac.com/gymnasium/ é uma produção casaBranca https://www.casabranca-ac.com/ que implementa em várias escolas da região de Lagos, no Algarve, uma programação regular de experimentação e formação artística destinado a crianças e jovens. Com realização contínua desde 2015 e ao longo de cada ano lectivo, o projecto se desenvolve nas próprias escolas, a dinamizar um conjunto de workshops e ateliers de diferentes percepções artísticas orientados por diferentes artistas convidados.

O compromisso com o desenvolvimento da região e com a expressão artística foram os motores do projecto, fruto de um processo colectivo em que diversas mãos das mais diferentes áreas se unem para pensar, inventar e (des)construir ideias e conceitos, o projecto contou com participação de diferentes artistas, criação de laboratórios de acção e pensamento, de formação e de experimentação livre e descondicionada nas principais escolas da região de Lagos, no Algarve.

No ano lectivo 22-23 foram desenvolvidas surpreendentes actividades, em que inspirações inesgotáveis preencheram a mente das crianças e jovens. O arranque foi em Outubro passado com oficinas dinamizadas nas escolas da região de Lagos.

Outra das efemérides deste ciclo lectivo foi um espectáculo de teatro para crianças. Gymnasium não é feito somente de quadrado escolar — mas também de telas de cinema — e por isso a Artista convidada Nathalie Mansoux dinamizou uma viagem paralela às telas de cinema, com o desejo de tornar o cinema algo mais presente no percurso vital das crianças e jovens.

Ainda tiveram diversas actividades e práticas interdisciplinares dinamizadas por muitos artistas e pessoas das mais diversas áreas, desenvolvidas no ciclo lectivo 22-23 em diferentes escolas da região.

Depois do desenvolver deste ciclo lectivo, ainda resta aquele frenesi para o que virá. Beatriz Marques Dias continuou o trabalho iniciado com duas turmas de diferentes escolas em Lagos, e a coreógrafa Aldara Bizarro dinamiza um atelier que desafia o pensamento sobre os gestos, enquanto a artista multidisciplinar Margarida Mestre comanda um atelier sobre práticas com o espaço natural.

Ficamos a aguardar os próximos capítulos deste universo inesgotável das criações artísticas com uma sensação de querer mais. O Gymnasium continua o seu surpreendente trabalho nas escolas do Algarve, e pretende continuar a cristalizar a razão pela qual o projecto foi inaugurado em 2015, sendo fortalecer o posicionamento do Algarve como lugar de forte expressão artística e fomentar o impacto social e cultural desta região.

Com o apoio de: DG Artes e Município de Lagos

Em parecia com: Agrupamento Escolas Gil Eanes e Agrupamento de Escolas Júlio Dantas

Gymnasium-Lagos