“Verdelago” Resort de Luxo Sustentável Algarvio abre portas no dia 4 de julho

0
837
Verdelago-1

É já no dia 4 de julho que abre o Verdelago Resort, o único empreendimento de luxo sustentável, em primeira linha de mar, entre a Praia Verde e Altura, no Algarve.

Considerado o último paraíso do Algarve, o projeto traz uma oferta até agora inexistente na região: da privacidade dos apartamentos e townhouses de luxo aos serviços exclusivos que dificilmente encontram rivais, ao acesso direto e exclusivo à praia a partir dos passadiços suspensos.

O projeto, que depois de mais de 20 anos na gaveta, ganhou uma nova vida sob a gestão da Oxy Capital, vê agora a luz do dia, abrindo as suas portas aos amantes do turismo sustentável e da exclusividade dos serviços de hotelaria 5 estrelas.Já descrito pela Imprensa nacional e internacional como “a Comporta no Algarve” ou até como um “paraíso na terra” pela sua natureza intocada, está rodeado por um extenso pinhal, o resort de 5 estrelas a 500 metros da praia, terá para além dos seus alojamentos de luxo, um Clube exclusivo que inclui o “Salicórnia” – um restaurante com open kitchen, dois bares (interior e exterior) com cocktails de assinatura, além de uma infinity pool e um open market. Um espaço rodeado por extensas zonas verdes e por passadiços de madeira de 2 quilómetros, que levam os hóspedes até às torres de observação, com uma vista 360.º da envolvente. A estas valências, junta-se o Wellness Dome, um complexo com diversos campos multidesportivos (2 de ténis, 4 de padel, 1 de futebol, 1 de areia para vólei, futevólei e futebol de praia), uma pista (pumptrack) para BMX / BTT, diversos percursos pedonais e cicláveis com cerca de 7 km por entre sobreiros e pinheiros, charcas temporárias e uma lagoa, serviços de apoio familiar (Kids Club e babysitting), uma piscina na zona central do resort, e no futuro, um pomar e horta de produtos locais e um picadeiro com cavalos para passeios dentro do empreendimento.

“O Verdelago é verdadeiramente um projeto único e inovador no ramo da arquitetura, ambiente e sustentabilidade e é inegável que vem abrir um novo segmento no Algarve. As vendas imobiliárias são um sucesso desde o primeiro dia e pela procura para aluguer que temos registado ainda antes da abertura, com dezenas de interessados em espera, acreditamos que a exploração turística registará igualmente números sem precedentes”, refere Paulo Monteiro, Diretor-Geral de Desenvolvimento.

A isto, soma-se a segurança, a privacidade, o conjunto variado de serviços exclusivos e de concierge e o luxo informal proporcionado pela decoração de interiores que esteve a cargo de Dexter Moren (atual Studio Moren) e Sofia Andrez (atual Andrez & Andrez). Esta última inspirou-se na paisagem natural envolvente e apostou em elementos equilibrados e orgânicos, no uso da pedra, fibras naturais, redes, palhinhas, madeiras toscas em tons neutros, em elementos decorativos artesanais e em mobiliário produzido em Portugal por empresas familiares.

A reserva de um dos apenas cerca de 50 alojamentos de luxo disponíveis este ano pode ser feita no site do Verdelago Resort ou através do nº de telefone 281101601. Os interessados poderão escolher entre apartamentos T1, T2 e T3 e as Townhouses, V2 e V3, com dois e três quartos (T2 a partir de €760 por noite e Townhouses a partir de €840 por noite).

Pedro Neto, Diretor-Geral de Operações, refere que “Este é um projeto diferenciador e será um divisor de águas não só daquilo que se faz no Turismo no Algarve, como no mundo.  Somos muitíssimo mais do que apenas um resort e estamos ansiosos por receber os nossos hóspedes e clientes para uma experiência inesquecível de hospitalidade. Queremos que o Verdelago seja um destino de que a comunidade local se possa orgulhar e que na verdade, já considera seu. Oferecemos um luxo informal com foco em experiências únicas, num apelo aos sentidos e bem-estar e com um total respeito pela natureza”.

Recorde-se que o Verdelago Resort desde cedo marcou a diferença no setor turístico-residencial nacional, pelo seu baixo índice construtivo. Dos seus 86 hectares de terreno, apenas 8,7% são ocupados por edificado, tendo o atelier Saraiva + Associados tido a preocupação de ocultar o resort pela área de pinhal. Destes, 70 hectares são de vegetação e incluem um Parque Verde de Recreio e de Lazer com cerca de 42 hectares, uma reserva natural em frente do mar com 24 hectares, áreas de interpretação ambiental, conservação e promoção do habitat e um lago com 2 hectares. As charcas temporárias estão a cargo da CMAR (Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve) e as florestas da 2 B Forest, enquanto a fauna e a flora são asseguradas pela Associação Vita Nativa. O Verdelago Resort é também o primeiro resort turístico no País a aderir à certificação Green Globe, uma das mais exigentes certificações internacionais de turismo sustentável, com afiliação da Organização das Nações Unidas para o Turismo.

Para o final deste ano está previsto o início da construção de um hotel de 5 estrelas, com chancela internacional, com 197 quartos. No total, num espaço de 7 a 10 anos, o resort terá mais de 2000 camas, onde se incluirão 340 unidades residenciais turísticas.

Salicórnia – do mar à serra – uma viagem pelos sabores

Com a assinatura do chef veneziano Marco Alban, o restaurante Salicórnia localizado no coração do Verdelago, entre a piscina infinita e o pinhal, é também, a alma do Clube de Aldeamento e promete uma viagem de sabores. O chef, que fez do Algarve casa nos últimos anos, conta com uma vasta experiência em fine dining, tendo sido chef executivo do Four Seasons Hotel Cairo, do Hotel Quinta do Lago e do Pine Cliffs: a Luxury Collection Resort, também no Algarve. Passou ainda pelo Cascais Miragem e pelo hotel Ritz, em Lisboa, entre outros. Com ligação direta aos passadiços de acesso à praia, o restaurante Salicórnia, vai destacar os sabores mais genuínos da região, com uma carta contemporânea, mas que reflete a cultura e as tradições gastronómicas algarvias. Entre a variada seleção de pratos, encontram-se a “Fritura de peixe e marisco do dia”, o “Lucioperca com cogumelos e espargos”, o “Chambão de borrego”, além de uma seleção de “Pizzas artesanais” de fermentação lenta, também a destacar os produtos da região. A carta contempla, ainda, momentos de partilha, como o “Pica-pau de polvo”, a tradicional “Estopeta” e “Muxama algarvia” e o “Biqueirão albardado”. Nas sobremesas, há opções plant based, como o arroz-doce confecionado com leite de amêndoa do Algarve e mel biológico local.

Impacto Económico no Município de Castro Marim

No ano cruzeiro, com um total de 2020 camas o Verdelago Resort fomentará a criação de cerca de 600 postos de trabalho diretos e permanentes, com natural primazia para quem é da região, num dos concelhos economicamente menos desenvolvidos do Algarve, promovendo a evidente dinamização da economia local e o combate ao desemprego. Estes números evidenciam o relevo ímpar do Verdelago para uma zona de tão baixa densidade populacional como a vila raiana de Castro Marim.

Saiba mais em: www.verdelago.com

CSS