25º Jamboree – Acampamento Mundial na Coreia do Sul

0
939
Jamboree-Tavira-Corei-Sul-1

Pela segunda vez, o Agrupamento 100 de Tavira irá participar no 25º Acampamento Mundial, 25º World Scouts Jamboree, este ano organizado pelos escuteiros da Coreia do Sul, em Saemangeum, na Coreia do Sul.

25º World Scout Jamboree, realiza-se nesta pequena planície do sudoeste asiático de 1 a 12 de agosto e irá acolher cerca de 50 mil escuteiros de todo o mundo. 

O Acampamento Mundial surgiu como um projeto do Fundador do Escutismo, Baden-Powell, após a 1ª Guerra Mundial. Idealizado como um acampamento para fomentar a amizade e perícia escutista, onde os jovens de todo o mundo poderiam conviver durante 12 dias. Em 1920 realiza-se, em Londres, o primeiro Jamboree Mundial, 103 anos depois o 25º Jamboree realiza-se na Coreia do Sul, já no próximo mês.

Em 2019, o Agrupamento 100 de Tavira já tinha participado no 24º Acampamento Mundial que se realizou nos EUA com um contingente de 20 elementos. Foram 20 dias de atividades marcantes para todos os escuteiros que nele participaram.

Desta vez, a preparação para o Acampamento Mundial em 2023 iniciou-se a 17 de outubro de 2021, quando este grupo reuniu pela primeira vez para começar a traçar o que seria a participação do Agrupamento 100 de Tavira nesta grande atividade, iniciando o planeamento das angariações de fundos para proporcionar a todos a possibilidade de participar nesta atividade bastante dispendiosa, dando oportunidade a que qualquer elemento pudesse participar independente da sua condição financeira. 

Foram dois anos de muito trabalho onde se incluem dezenas de reuniões, várias angariações de fundos, dezenas de quilos de bolachas vendidos e muitas horas de preparação, tudo para que este objetivo fosse alcançado e que a atividade seja vivida ao máximo, correspondendo ás expectativas de todos.

Esta participação foi tambem possivel graça ao Apoio incondicional do Município de Tavira em todos os momentos, da Uniões de Freguesias de Tavira e da União de Freguesias da Conceição e Cabanas, bem como de diversas entidades, empresas e particulares, que desde a primeira hora apoiaram a nossa atividade.

O agrupamento participa pela segunda vez nesta atividade e inscreveu um contingente constituído por 15 elementos, sendo 8 participantes dos 14 aos 18 anos, idade para a qual esta atividade é projetada. Estes 8 participantes vão viver a atividade na plenitude, participando em dezenas de atividades e experiências únicas, que apenas têm oportunidade de participar uma vez na vida, pois na próxima edição todos eles vão ter mais de 18 anos e já não podem participar como participantes. Estes 8 jovens serão ainda acompanhados por 1 dirigente acompanhante que garantirá a correta vivência em campo. O contingente do Agrupamento 100 de Tavira conta ainda com 6 IST (International Staff Team), jovens com idade superior a 18 anos que se disponibilizam para viver esta atividade de uma forma diferentes, colocando-se ao serviço da atividade, garantindo o correto funcionamento de áreas como a segurança, saúde, atividades, etc. O Agrupamento 100 de Tavira é o único agrupamento do Corpo Nacional de Escutas da Região do Algarve a participar neste Acampamento Mundial e o único da região a levar pela segunda vez um contingente composto por participantes e IST.

Nesta edição o contingente português é constituído por mais 800 escuteiros que vão representar Portugal através da Federação Escutista de Portugal, federação que une as duas associações escutistas de Portugal perante a Organização Mundial do Movimento Escutista, o Corpo Nacional de Escutas e Associação de Escoteiros de Portugal (AEP). Este será o maior contingente que Portugal já levou a um acampamento mundial. 

Dia 30 de julho, os jovens tavirenses partem para esta aventura, voando mais de 11000 Kms rumo a uma atividade que certamente nunca irão esquecer. Vão ser 12 dias de acampamento num ambiente multicultural sem igual, que apenas é possível de experienciar numa atividade destas, sabendo sempre que cada um daqueles escuteiros que está em campo, independentemente da sua nacionalidade, todos eles vivem os mesmos princípios escutistas deixados pelo fundados há mais de 100 anos, representados pelo lenço escutista que usam ao pescoço. Após o fim da atividade, o grupo aproveitará a oportunidade para conhecer o país, permanecendo em Seul durante quatro dias onde poderão verdadeiramente experienciar a cultura coreana. Ainda antes de regressarem ao conforto das suas casas e aproveitando a escala do avião de regresso, vão passar um dia a conhecer o Dubai. 

Estas serão semanas absolutamente inesquecíveis para os jovens escuteiros do concelho de Tavira onde viverão experiências que, sem dúvida, vão deixar uma marca profunda nas vidas de cada um. 

Todos os que queiram acompanhar esta aventura sem igual para os nossos escuteiros, será possivel através das nossas redes sociais do agrupamento.

O Escutismo é um movimento à escala mundial agrupado em 164 Organizações Escutistas Nacionais, presentes em 224 países e territórios, constituído por mais de 40 milhões de crianças e jovens, homens e mulheres em todo o mundo.

Fundado em 1907, em Inglaterra, por Baden Powell, o Escutismo é um movimento educacional e formativo, através da educação não-formal, baseado num método original que permite a cada jovem ser protagonista do seu próprio crescimento, para que se sinta plenamente realizado e desempenhe um papel construtivo na sociedade, através de um sistema de autoeducação progressiva baseado num sistema de valores.

A nível internacional, é um movimento que fomenta a educação para a paz, através de um espírito de compreensão e solidariedade entre os povos, despertando nos jovens o respeito pela interculturalidade, tornando-os verdadeiros cidadãos do mundo.

O CNE – Corpo Nacional de Escutas, Escutismo Católico Português fundado em 27 de maio de 1923, é a maior associação de juventude em Portugal, com cerca de 70 mil Escuteiros, distribuídos por 1030 Agrupamentos, em todas as regiões do país e ilhas.

O CNE é um movimento da Igreja Católica, reconhecido pelo Governo Portugês desde 1983 como instituição de utilidade pública, sem fins-lucrativos, apartidária e não-governamental.

O Escutismo aposta no aprender fazendo através de atividades que são projetadas, desenvolvidas e implementadas pelos intervenientes tendo por base o trabalho em equipa, desenvolvendo competências em áreas como o carácter, afetiva, intelectual, física, social e espiritual

As crianças e jovens são divididas em 4 secções com uma pedagogia própria e idades compreendidas entre os 6 e os 22 anos. O CNE funciona ainda com base no adulto voluntário em toda a sua estrutura, que despende em média cerca de 208 horas de voluntariado por ano em prol da associação.

O CNE desenvolve trabalho em áreas como a educação ambiental e conservação da natureza, a preservação do patrimônio histórico e cultural, a animação socioeducativa, o desporto ao ar livre, a integração de portadores de deficiência, o desenvolvimento comunitário, o intercâmbio e cooperação internacionais e a educação para paz, colaborando ainda regularmente ações de voluntariado com outras instituições.

O Agrupamento 100 de Tavira foi filiado a 8 de janeiro de 1963 na paróquia de Santiago. Ao longo dos anos, centenas de crianças e jovens vivenciaram o escutismo neste agrupamento. Com uma presença ativa na cidade de Tavira, o agrupamento 100 de Tavira conta com um trabalho crescente não só com as crianças e jovens que estão no efetivo, mas também com outras associações e entidades que promovem valores semelhantes ao do escutismo. Com um efetivo de mais de 70 escuteiros ao nível local, o Agrupamento 100 de Tavira é reconhecido com a medalha de prata atribuída pelo Município de Tavira pelo trabalho desempenhado em prol da juventude na cidade, formando diversas gerações.

Agrup 100 Tavira