SPPCV | Prevenir Lesões Permanentes na Coluna Vertebral durante o Verão

0
329
Lesões-Coluna-Verão

A Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV) está a promover uma campanha de consciencialização sob o mote “Há saltos que podem mudar a tua vida. Protege a tua coluna!”. Esta iniciativa tem como objetivo alertar os portugueses para as consequências de mergulhos mal calculados tanto nas piscinas como nas praias.

“As lesões na coluna vertebral relacionadas com os mergulhos são potencialmente muito graves e podem trazer sequelas irreversíveis. Estão habitualmente associadas ao bater da cabeça no solo, em águas pouco profundas, numa rocha ou em outros objetos estranhos. Dependendo da gravidade, estas lesões podem provocar a paralisia das pernas (paraplegia), dos quatro membros (tetraplegia), e até a morte, se a fratura ocorrer no segmento mais superior da coluna.  Nestas situações, constituem verdadeiras emergências médicas e frequentemente é necessária uma cirurgia urgente. Nos casos menos graves, sem uma lesão neurológica, o tratamento destas fraturas pode passar por uma cirurgia, ou pelo repouso e utilização de colares cervicais ou coletes, dependendo da localização e gravidade da fratura”, explica o neurocirurgião Bruno Santiago, presidente da SPPCV.

E acrescenta: “Se depois do impacto da cabeça com o solo, durante um mergulho, não houver qualquer outro sintoma além da dor, deve na mesma consultar um médico. É necessário não descurar o incidente e pedir observação médica para garantir que não há qualquer consequência na estabilidade da coluna vertebral”.

Os sinais e sintomas de lesão na coluna incluem dor no local que sofreu a lesão, eventualmente com irradiação aos membros superiores ou inferiores, falta de força ou incapacidade em mover os braços ou pernas; formigueiro ou dormência nos membros e na área abaixo da lesão e perda do controle da bexiga ou do intestino. Mais raramente pode observar-se um estado de consciência alterado e dificuldades respiratórias.

No caso de presenciar um acidente e/ou suspeitar de uma lesão da coluna deve contactar de imediato o 112 e não deve mover a pessoa. A SPPCV relembra que qualquer movimento na vítima pode causar danos maiores e permanentes.

Para prevenir as lesões na coluna decorrentes de acidentes de mergulho deve verificar a profundidade do local e não mergulhar em águas rasas com menos do dobro da altura; mergulhar apenas em locais vigiados e iluminados; assegurar-se de que não existem obstáculos como rochas ou bancos de areia; evitar comportamentos de risco como mergulhar de costas ou em corrida; não beber bebidas alcoólicas antes de mergulhar; no mar não se atirar de cabeça, entrar sempre primeiro a andar; na piscina escolher o local onde vai mergulhar de acordo com a profundidade, não correr em redor da piscina e respeitar sempre a sinalização.