Ténis | ‘Jaime Faria’ apura-se para a Final de Singulares do Faro Open e Tiago Pereira conquista Título de Pares

0
81
Jaime Faria

Jaime Faria apurou-se pela segunda semana consecutiva para a final de singulares de um torneio ITF M25 ao assinar a quarta vitória no Faro Open, o torneio que o Centro de Ténis e Padel de Faro organiza com os apoios da Câmara Municipal de Faro e da Federação Portuguesa de Ténis. Em pares, o título foi entregue ao algarvio Tiago Pereira e ao búlgaro Alexander Donski.

Campeão em Vila Real de Santo António no domingo, o lisboeta de 20 anos terá a oportunidade de lutar pelo segundo título em duas semanas e quarto da carreira.

A vitória deste sábado foi carimbada com os parciais de 6-4 e 6-2 sobre o checo Michael Vrbensky, número 317 mundial e primeiro cabeça de série.

Atualmente no 391.º posto da hierarquia, mas já com a garantia de escalar várias dezenas de lugares com estas duas campanhas, Faria foi sempre o jogador com mais argumentos.

O tenista do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis — esta semana acompanhado por Gonçalo Nicau — deixou por escapar o break de vantagem no primeiro set com uma quebra de rendimento na pancada de serviço e no segundo começou por ser quebrado num jogo em que cometeu três duplas faltas.

Mas a reação foi imediata e com seis jogos jogos consecutivos assinou a quarta vitória da semana.

“Foi o meu encontro mais instável do ponto de vista emocional e não joguei assim tão bem, mas conseguir vitórias como esta também é importante”, reconheceu Jaime Faria no final. “No final, o que interessa é a vitória e o facto de ter garantido mais oito pontos. Valeu a pena fazer o esforço para ultrapassar algumas situações de desequilíbrio.”

“Ele esteve um pouco instável e isso acabou por ajudar-me. Acabei a jogar bastante bem e estou muito contente por estar apurado para mais uma final”, acrescentou Jaime Faria quando ainda não conhecia o nome do último adversário.

Pouco depois, essa vaga acabou por ser ocupada por Vilius Gaubas. O lituano de 19 anos, número 358 do ranking, venceu o australiano Matthew Dellavedova (436.º) por 7-5 e 6-3 em 1h55 rumo à oitava final da carreira e segunda da temporada, na qual procurará o quinto título (terceiro na categoria M25).

“Conheço-o mais ou menos desde os 14 anos e temos evoluído de uma maneira parecida. Sei o que esperar e vou estar preparado”, prometeu Jaime Faria, sem querer adiantar a tática frente a um tenista que durante os vários anos que viveu em Portugal foi treinado por Pedro Pereira.

A final entre Jaime Faria e Vilius Gaubas está agendada para as 11h de domingo e poderá significar um fim de semana praticamente perfeito para a comitiva portuguesa, dado que este sábado Tiago Pereira conquistou o título de pares.

A jogar pela primeira vez uma decisão na região de que é natural, o algarvio de 19 anos sorriu ao lado do búlgaro Alexander Donski ao superar o sueco Simon Freund e o dinamarquês Johannes Ingildsen — primeiros cabeças de série — no match tie-break, por 6-4, 3-6 e 10-7 após 1h34.

O título deste sábado foi o terceiro da carreira para Tiago Pereira em torneios internacionais, mas o primeiro em solo português (os dois anteriores tinham sido em Monastir, na Tunísia) e o primeiro na categoria ITF M25.

“É incrível ganhar em casa, sem dúvida um dos melhores sentimentos que já tive na vida. É um previlégio poder jogar aqui, principalmente porque estou muito perto de casa e já estive muitas vezes neste clube, por isso sinto-me honrado”, afirmou Pereira.

Esta foi a segunda conquista com Donski, búlgaro que se desfez em elogios: “Já estive cá muitas vezes, adoro Portugal, adoro a vossa comida e o clima, principalmente aqui no Sul. Conheço muito bem estes torneios e fiquei muito feliz por jogar aqui ao lado do Tiago.”

GRL