Faro Open | ‘Jaime Faria’ Vence e Conquista o Segundo Título Consecutivo no Algarve

0
77
Jaime-Faria-1

Jaime Faria chegou ao Centro de Ténis e Padel de Faro com um troféu na bagagem e este domingo adicionoumais um ao sagrar-se campeão do Faro Open, o torneio internacional em atividade há mais tempo em Portugal.

Campeão em Vila Real de Santo António no último domingo, o tenista português de 20 anos (391.º classificado no ranking mundial) não deu hipóteses ao lituano Vilius Gaubas (358.º) e venceu por claros 6-1 e 6-3.

Em crescendo ao longo da semana, que abriu com uma vitória de 3h03, Jaime Faria assinou este domingo o mais autoritário dos triunfos na capital algarvia.

Com mais armas e mais soluções do que Gaubas, que viveu durante vários anos em Portugal e foi treinado por Pedro Pereira, o jovem do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis inaugurou a decisão com uma quebra de serviço e ditou o mote para o que se seguiria.

Sempre muito seguro no golpe de saída (venceu 81% dos pontos com o primeiro serviço), o lisboeta preparou-se para a reação de Gaubas na segunda partida, cerrou os dentes e nunca permitiu que o lituano esboçasse uma recuperação, resolvendo o duelo em 77 minutos.

“Estou um bocado sem palavras porque foram duas semanas especiais”, revelou no final, entre muitos sorrisos e ainda a digerir mais um triunfo.

“Este foi o encontro em que mais consegui ser superior do início ao fim. Senti que o Vilius estava cansado desde o início. Veio de uma semana em que jogou uma final numa superfície diferente e na Turquia, portanto já estava cansado e só até à meia-final passou nove horas em campo, três por cada encontro. Portanto eu sabia que ele estava cansado e que se passasse a mensagem de que ia ser superior desde o início isso podia ajudar-me a fazer a diferença”, acrescentou o pupilo do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis, esta semana acompanhado por Gonçalo Nicau.

Em análise à campanha que desenhou no Centro de Ténis e Padel de Faro, Jaime Faria não escondeu alguma surpresa pela forma como deu a volta ao arranque da semana: “Estou surpreendido porque o início foi bastante complicado. Ter ganho um título no domingo e na quarta-feira calhar logo com o Duarte Vale, que foi muito competitivo, foi uma espécie de choque. Tivemos uma batalha de três horas e eu cheguei a pensar que podia ir embora na primeira ronda, mas consegui dar a volta e a partir daí foquei-me jogo a jogo e sobretudo em recuperar, porque sabia que estava cansado da semana anterior.”

Na segunda-feira, Jaime Faria vai subir 44 lugares no ranking até ao 347.º lugar, mas essa classificação ainda não reflete os pontos conquistados ao longo desta semana no Faro Open. Quando este título for contabilizado, o jovem português ganhará mais três dezenas de posições.

GRL