Mafalda Veiga | Novo EP “Geografia Particular”

0
546

“Geografia Particular” é o mais recente EP de Mafalda Veiga que inclui os já conhecidos singles “Óscar”“Esta Canção” e “Madrid ou Pequim”, bem como duas novas canções originais “Geografia Particular” e “De Fio a Pavio”, editadas hoje, dia 22 de março, num exclusivo digital com distribuição da Universal Music Portugal.

“Este EP fala sobre essa minha geografia de muitas maneiras e sobre a forma particular como se cruza com a de outros. Fala sobre os sonhos e a vida de pessoas que não conheço e me comovem, sobre canções que simplesmente, e sem pensar em nada, prometi escrever e que, mesmo assim, com a imperfeita noção da sua inutilidade, querem poder significar tudo para alguém. Fala sobre encontros e desencontros, livros, discos, cidades trocadas e passos que não se acertam. Fala sobre os lugares da infância que cabem na concha da mão e sobre os castelos que erguemos enquanto pedimos às estrelas para não terem fim. Fala sobre estarmos juntos e brindar à vida, é isso, brindar à vida tal qual ela é. E cantar o Sérgio de fio a pavio. E dançar o Bowie de copo na mão”.

Destaca-se neste lançamento o tema “De Fio a Pavio” com produção de João Só.

“Esta canção foi escrita a imaginar-me numa noite e num lugar que mistura muitas noites e muitos lugares que guardo na memória: uma espécie de café noturno, com uma luz perfeita e íntima, música a passar mas não tão alto que não deixe espaço para confidências e gargalhadas, para cantarmos juntos, de fio a pavio, para brindarmos à vida tal qual ela é. Nesta canção estão as pessoas que amo, as pessoas que admiro, mas também estão todas as pessoas que não conheço e com quem me imagino a cantá-la, em uníssono e em alta voz, nas salas de espectáculos por onde nos cruzamos. Foi escrita para tentar chegar às palavras mais simples, “àquela” quadra de amor que diga tudo, mesmo que, afinal, fique sempre quase tudo por dizer”, comenta Mafalda.

Porque o cinema, com todas as suas camadas artísticas, é uma referência constante deste EP, o videoclipe “De Fio a Pavio” foi realizado pelo premiado cineasta David Bonneville, com direção de fotografia de Gonçalo Castelo Soares e a montagem ficou a cargo do, também, cineasta Tomás Baltazar. A conceção e argumento são da autoria da própria Mafalda Veiga que também reuniu para este videoclipe as pessoas da sua vasta geografia particular. Os atores Afonso Laginha e Francisca Sarmento são os protagonistas e as participações especiais são de Pedro Granger e de Sofia Froes. O videoclipe conta ainda com nomes de relevo do meio cultural, tais como Filipa Leal, Maria Quintas, Pedro Rapoula, Ricardo Marques ou João Concha.

Para as filmagens deste vídeo, Mafalda Veiga escolheu um lugar que considera que só poderia ser este: “um armazém em Lisboa onde está escrita, em letras gigantes de néon, a palavra CINEMA”.

O desafio de juntar uma equipa do cinema para um videoclipe que não foi feito numa semana, nem mesmo num dia inteiro, tornou esta vivência única e tudo aconteceu literalmente “De Fio a Pavio“.

Eu sempre achei que a música tinha poderes de “máquina do tempo”, de nos poder transportar para um momento do passado de uma forma tão sensorial e tão intacta que é como se voltássemos a estar inteiros ali, ao primeiro acorde. É como se ela possuísse o código para uma “geografia particular”, uma geografia que é pertença de cada pessoa, um mapa interior de memórias e de emoções para onde cada canção que nos é especial consegue guiar-nos, a cada um de nós que a ouve, com a exactidão de um gps. Mafalda Veiga

SES