Idealista | Arrendamento: há 34 famílias interessadas por cada casa anunciada

0
79
Idealista-Logotipo
  • Cada anúncio de arrendamento recebeu menos 33% de contactos no último ano
  • Leiria (48), Portalegre (45) e Santarém (43) foram as cidades que mais contactos por anúncio receberam
  • Média de contactos por anúncio diminuiu em 12 capitais de distrito
  • Em Lisboa, as casas para arrendar receberam menos 43% contactos

Apesar do aumento de 16,2% no preço das rendas em Portugal no último ano, os anúncios de casas para arrendar no idealista receberam, em média, 34 contactos no primeiro trimestre de 2024 antes de serem retirados. No entanto, comparativamente ao mesmo período de 2023, o número de contactos por anúncio diminuiu 33%, quando recebiam, em média, 51 contactos, segundo uma análise de dados realizada pelo idealista.

Segundo Ruben Marques, porta-voz do idealista, “estes números revelam que a pressão de contactos por anúncio de casas para arrendar continua a ser elevada apesar de ter diminuído no primeiro trimestre do ano. O que não indica que haja menos famílias a procurar casa para arrendar, mas sim que há mais imóveis disponíveis no mercado, como já tínhamos referido anteriormente, indicando que a oferta de imóveis no mercado de arrendamento aumentou 55% em 2023. No entanto, os preços continuam elevados e fora do alcance da maioria dos portugueses.”

A cidade portuguesa onde os anúncios receberam mais contactos no primeiro trimestre, foi Leiria com a média de 48 contactos, seguida por Portalegre (45), Santarém (43), Setúbal (41), Faro (40), Évora (36), Braga (35), Bragança (34), Lisboa (33) e Coimbra (30). Com uma média de menos de 30 contactos por anúncio, encontram-se as cidades de Viseu (29), Vila Real (29), Castelo Branco (28), Aveiro (28) e Viana do Castelo (26). As cidades que menos contactos receberam, em média, foram Beja (17), Guarda (20), Funchal (23), Ponta Delgada (25) e Porto (25).

Menos contactos por anúncio em 12 capitais de distrito

A média de contactos por anúncio no primeiro trimestre, diminuiu em 12 capitais de distrito nos últimos doze meses. Beja foi a cidade onde média de contactos mais desceu, com menos 51% de contactos recebidos. Seguem-se Lisboa (-43%), Aveiro (-40%), Guarda (-39%), Coimbra (-34%), Porto (-34%), Bragança (-28%), Santarém (-28%), Braga (-18%), Setúbal (-12%), Ponta Delgada (-5%) e Castelo Branco (-5%),

Por outro lado, os anúncios de casas para arrendar em Portalegre receberam, em média, mais 78% de contactos. Seguem-se Vila Real (mais 31% de contactos), Funchal (29%), Faro (21%), Évora (14%), Viseu (7%), Viana do Castelo (6%) e Leiria (5%).

Dados recolhidos e analisados pelo idealista/data, a proptech do idealista que fornece informações destinadas a profissionais para facilitar a tomada de decisões estratégicas, em Portugal, Espanha e Itália. O idealista/data utiliza todos os parâmetros da base de dados do idealista em cada país, bem como outras fontes de dados públicas e privadas para oferecer serviços de avaliação, investimento, angariação e análise de mercado.

Tabela com dados por cidades na seguinte página:

Idealista