Dia da Igreja Diocesana Algarve´24

0
772

A Diocese do Algarve reuniu-se no sábado 18 de Maio de 2024 à tarde, no âmbito da solenidade do Pentecostes, para celebrar o Dia da Igreja Diocesana, assinalando festivamente o encerramento do Programa Pastoral do último triénio.

O encontro, que teve lugar em Loulé – centrado no Parque Municipal, mas também com atividades em vários outros pontos da cidade – teve início com o acolhimento diante do palco montado naquele espaço verde localizado perto do monumento a Duarte Pacheco. 

No acolhimento aos inúmeros participantes oriundos de várias paróquias, entre as quais mais de 350 crianças e adolescente, o vigário episcopal para a pastoral da diocese algarvia lembrou o objetivo da tarde. “Tem, sobretudo, como finalidade podermos juntos partilhar a fé, conviver, estarmos uns com os outros, podermos agradecer a Deus a caminhada que ao longo destes três anos, como diocese, conseguimos fazer”, afirmou o padre António de Freitas.

Também o bispo do Algarve se regozijou com a retoma da celebração do dia da Igreja algarvia em jornada festiva. “Depois de sete anos, finalmente e felizmente, podemos encontrar-nos outra vez para celebrar a realidade de nos sentirmos e sermos Igreja diocesana no Algarve. Por isso, esta tarde é, acima de tudo, um tempo para celebrarmos com alegria, o facto de pertencermos à mesma Igreja diocesana. Isto deve ser motivo de alegria para todos nós”, afirmou, D. Manuel Quintas, apelando ao crescimento do “sentido de pertença, de adesão”. “

O encontro terminou com o seu ponto alto, a Eucaristia presidida pelo bispo do Algarve, concelebrada por grande número dos sacerdotes da diocese e servida também por vários dos diáconos algarvios. A celebração ficou marcada pelo desafio de D. Manuel Quintas à construção de uma Igreja “eucarística, fraterna, sinodal, samaritana e missionária”. A Mais Algarve e a Folha do Domingo, num trabalho colaborativo, acompanharam a par e passo toda esta jornada, trazendo à antena, alguns dos momentos mais marcantes da celebração.