O Algarve o jetset e o enjoo

Textos de todas as cores
Tools
Typography


Tenho andado para dizer aos leitores o que penso sobre o tema em título. Ganhei coragem agora, quando no Algarve se anda aos encontrões com o nosso estimado «jetset» e a trabalhar aos engulhos (uma algaraviada) sempre de caras com o ar soberbo dos turistas (tios tias e seus sobrinhos da capital e arrabaldes).

Não me refiro aos frequentadores das praias normais (Quarteira, Albufeira, A. Pêra, Praia da Rocha etc…, gente normal e simpática.

Os que me incomodam são os que babujam pela Quinta do Lago e Vale do Lobo, os que conheço bem pois pertenço à lusa minoria que vive todo o ano ali ao pé deles e os vê passar nos seus carrões (muitos deles com o leasing em atraso ou roubados aos impostos) e olham o meu crestado algaraviado rosto, o meu skoda velho e sem brilho, as minhas chanatas, com o ar de quem olha para um peixe fora de água.
- Que mulherzinha! – pensarão as augustas mentes.
- Deve fazer limpezas aqui na Quinta!

E lá vão bandear-se no Harrods aqui de Almancil - uma mercearia para ricos -, onde muitos deles compram papo-secos (eles dizem carcaças), umas ripinhas de fiambre, umas uvinhas e uma garrafinha de água e vão dali impantes com o saco da loja chique fazer pic-nics de fome na praia do Gigi, na Júlia’s, no Paradise ou quiçá na praia da Quinta do Lago junto ao golfe de San Lourenço.
- Férias? Eu? Na Quinta do Lago, uma maravilha!

Encarrapitam-se às dezenas dentro de um apartamento ou de uma moradia naquela zona para depois poderem levarem o resto do ano a babar Quinta do Lago para cima de quem não conseguiu passar da ilha da Fuzeta.

Enfim.
Chego a casa meia envenenada com as apitadelas que os carrões me dão nos semáforos e nas rotundas, abro o computador e salta-me a newsletter da Caras com as galerias de fotos do tal maravilhoso jet set nas suas noites algarvias.

Passo-me de vez.

Portugal que é conhecido pela beleza das suas mulheres, tem uma revista que parece fazer gala em apresentar galerias de monstros velhos e ossudos, com as carantonhas muito pretas e estragadas pelo soalheiro, uns vestidos muito garridos a mostrar as pernas flácidas, os joelhos encarquilhados, as mãos às bolinhas  e todas com uns beiços de botox que as faz parecerem-se todas umas com as outras. Depois, aparecem sempre ao lado de uns homens muito feios, mal vestidos, sempre de ténis e calças que parecem ter sido resgatadas nos latões do lixo. E as caras deles??? Um fracasso!

Mas o que é isto? Temos uns homens, uns rapazes lindos de morrer, mulheres lindas, somos um povo são e escorreito  e estas reportagens mostram-nos estes caranguejos escurecidos por banhos de sol à bruta, enlaçados a suas caras-metades ou afins, metendo medo ao mais execrando fantasma?

Acho que me vou calar antes que algum deles ou delas me diga:
- Como te atrevestes?


Jl
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

{sharethis}

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS