fbpx

«A trouxe-mouxe»

Textos de todas as cores
Tools
Typography


Esta crónica cai mesmo após o fim de semana em que em grande parte dos lares temos o avô com uma crise de fígado, a tia biliosa às voltas com a coisa, o pai com a úlcera acesa, a mãe com mais um pneu na barriga e os pequenos engalfinhados porque os engenhos «made in china» não são bem o que viram no intervalo dos morangos. «Parecia maior».

A avó está acamada porque lavou a loiça que não coube na máquina e os dedos inchados parecem brocas, as pernas parecem chumbos, os joelhos parecem bolas e os intestinos não se mexem.

Portanto: a avó está semi-catatónica e ninguém dá por isso.

Os papéis e os cartões das caixas despedaçadas com sanha estão em montão na porta da saída, junto com os sacos atados, mas de onde se escapam os vapores das peles do bacalhau, das cascas das cebolas, dos talos das couves, tudo ao molhe com as latas de Coca-Cola, de Guaraná, e os indispensáveis despojos de vidro de onde o vinho escorreu. É o rescaldo, a limpeza das armas depois da guerra  (salvo-seja) – armistício ao ódio fraternal que nesta quadra sempre fortalece as famílias.

A bisavó, abre e fecha os dedos dos pés junto do fogo – Dizem que alivia os joanetes.
Agora é a noite da passagem do Ano – Come-se o quê!

Recomeça a formatação de menus.
«Tomara que se acabem as festas! Estão de rastos mas não desistem».
«O Marcelino perdeu a mulher ainda não há 6 meses a já levou a brasileira à Consoada na casa da mãe.»
«Quem?» pergunta a bisavó?»
«É natal/cheira mal….» Malcriadões dos moços, modas da escola.
«Estão aqui estão a começar os saldos»

Dizer do Natal o quê?
Que antigamente é que era bom?
Mas antigamente já diziam o mesmo e antes de antigamente também.
Antigamente vs futuramente.
Daqui não saímos, seja qual for a quadra.
Na tal mente…

Nota: Tenho a noção de que esta «coisa» / «crónica» não passa de um montão de palavras coladas com fastio num ecrã de computador.
Se houver alguém que a leia, que me perdoe, mas vai mesmo assim, a trouxe-mouxe, tal qual a autora durante as festividades.


jl

 

{sharethis}

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS