Solta-Mente: Os Benefícios do Distanciamento Social

Solta-mente
Tools
Typography

Sobre as regras de distanciamento social para um desconfinamento gradual com o menor risco possível, compreendo a chatice extra e a ginástica de logística que os fornecedores de bens e serviços vão ter durante estes tempos. Todo o processo poderá ter não apenas custos, no investimento em novos métodos de trabalho e em produtos, mas também menos facturação, por não conseguirem rentabilizar todo o espaço que lhes está destinado, principalmente no sector do turismo e restauração, tudo isto, logo após encerramentos que condicionaram gravemente os seus rendimentos e os dos seus clientes.

Compreendo de igual forma o calor e a vontade que as pessoas estão a sentir de sair de casa. Pessoas que perderam empregos ou rendimentos, ou ambos, e que ficaram em casa tanto tempo, sem poder sair. E agora chegam as temperaturas altas e ir à praia pode ser uma libertação, um pequeno miminho, após se ter passado por tanto.

Muitas pessoas vão tentar ir e não vão conseguir - isso vai gerar ainda mais frustrações do que aquelas que costumamos ver todos os anos na nossa região. Não sei até onde poderão as mesmas ser insufladas, se todos os anos, sem restrições as pessoas se zangam, pelo estacionamento, pelo lugar, pela mesa, por tudo o que pensem que possa estar a afectar-lhes a felicidade, quanto mais, após um longo período de abstenção de diversão e consumo.

Não obstante compreender isso, também consigo ver as coisas de outra perspectiva: a optimista. E corro o risco de ser chamada de anti social por escrever isto. Quem me conhece saberá se o serei e dirá que não. Por mim, acho que não chego a tanto.

As restrições estão ligadas ao risco de infecção por Covid19. A meu ver, estar na praia com pessoas desconhecidas a uma distância de segurança de metros, é um sonho, é qualidade de vida. Nem preciso de lá estar muito tempo a ocupar lugar, se cumprido e se for possível, até vai saber bem.

No supermercado, estar a mais de um metro da barriga suada de alguém que não conheço é fantástico. Que me desculpem as pessoas, mas eu… não gosto de apertos.

Não gosto de estar envolta num mar de desconhecidos e para ser sincera, como algarvia, evito ir à praia em Agosto exactamente por isso. Quando vou, fico sempre com a impressão de que as pessoas estão à beira da loucura, querem lá chegar antes de toda a gente, estão irritadas, e eu não tenho paciência.

Nos cafés e restaurantes, a distância das mesas vai proporcionar mais privacidade. Digam lá que nunca repararam que a vossa conversa estava a ser seguida atentamente por desconhecidos, ou desconhecidas, sem qualquer interesse, só porque podiam? Pareço uma dondoca privilegiada a exaltar os benefícios de produtos caros, mas algum do distanciamento social tem, para mim, um lado bastante positivo. Atrevo-me a afirmar, que até é relaxante saber que o poderei praticar impune e responsavelmente.

Selma Nunes

SoltaMenteDistanciamSocial

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS