fbpx

Solta-Mente: Em Terra de Gente surda quem tiver orelhas será...

Solta-mente
Tools
Typography

Enquanto as noites vão arrebatando as tardes cada vez mais cedo, e se mantém teimoso o Sol quente ainda a dourar peles à chapada de um calor maioritariamente diurno, observo a vida a decorrer por estas ruas e travessas. Observo-me também, como se estivesse do lado de fora. E reparo em coisas.

A comunicação! Comunicamos por gestos, sinais, códigos, linguagem e sei lá o que mais. Ainda assim, com tantos recursos e meios, reparo que as conversas estão a esvaziar-se.

Cá para mim, não tem a ver com o conteúdo, nem com o grau de interesse, e talvez também não tenha a ver com o meio que se utiliza para comunicar. É a comunicação em si que fica cortada. As pessoas, cada vez mais, não se ouvem. A mensagem não passa. Está tudo embrulhado à volta um genial umbigo vaidoso comum, cheio de julgamentos, ideias pré-concebidas, mecanismos de defesa da avareza e vícios que ocupam de tal maneira o espaço que não dão uma única oportunidade para a mensagem passar.

É como assistir a um turbilhão de monólogos à vez, ou com interrupções, conforme os casos, que não são mais do que palavras que não chegam ao destinatário. Gera mal-entendidos, frustrações, ódios, pesares, dores.

Na era da comunicação isso não devia acontecer-nos. Felizes serão os que ainda escutam os outros. Em terra de gente surda quem tiver orelhas, será rei ou rainha, decerto, pois caminhamos a largos passos para uma vida de gente em monólogo, aos berros, com certezas absolutas do que outrem disse, apenas por presumpção, sem ter sequer escutado. E a frustração que decorre de um lado e de outro da conversa é digna de palmas, porque nem numa comédia o argumento teria ficado tão perfeito.

Escutem. Oiçam mesmo, em vez de fazer divinação. É mais seguro e poupa tempo. Está um sol lindo. Afastai-vos um pouco do umbigo social preconcebido e dos vossos imaginados avatares e relaxem, pessoas. Não se alienem tanto para dentro de vós mesmos. Há vida cá fora e é interessante.

Selma NunesSoltaMenteGenteSurda

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS