" Devoções "

Tempo de Crónicas
Tools
Typography

Está visto que foram dias de humor e descontração do Carnaval em seu tempo, devotamente introduzido na cultura portuguesa. Agora temos a oportunidade de ir vendo nos videos, sobretudo aqui do site feitos com mestria e saber, mostrando ao público via inernet carnavais do Algarve, com seus sons e ambientes. Permitam-me elogiar o da Bordeira.

Por cá não se dedicão muito a eventos carnavalescos, acontecem mais ao nível das comunidades portuguesa e brasileira normalmente nalgumas organizações, divertem-se à sua maneira, não dá para ser muito devoto. Não se consta com desfiles de rua.

E assim chegou a quaresma, este ano no próprio dia de São Valentim. A contar pelas notícias, por cá logo pela manhã e como calhou o São Valentim na quarta feira de cinzas, andaram a dar blessings de love a automobilistas.

De outros tempos, lembro-me da muita devoção na época da quaresma, hoje nem tanto, mesmo a maioria dos crentes assinalam mais a sua fé pela quinta e sexta feiras Santas.

A grande devoção antigamente limitava os bailes, jogos de cartas as "rifas" eram o principal entretenimento, e consta que nos fins de 80 do século passado, ainda divertiam imenso miúdos e graúdos digamos assim.

Para nós gente algarvia, o primeiro dia da quaresma este ano um tanto especial não só por ter sido dia dos namorados. Também pela partida dos ciclistas a iníciar a volta ao Algarve em bicicleta, que está nos seus 44 anos. Começada em 1960, e só por dois anos. Após ausencia de 16 anos recomeça. Teve momento emocionante em 1984, com a queda do Joaquim Agostinho. Cuidados médicos não lhe conseguiram salvar avida, ficando assim perpetuado como grande marca do ciclismo em Portugal.

Vejo como o tempo passou, é um ar que lhe dá como se costuma dizer, vai em pouco mais de um mês que cheguei do Algarve. Acabo de ler duas relevantes obras adquiridas lá. Sempre como que devoção e obrigatoriedade trazer comigo uma ou outra edição recente.

Desta vez são de coisas de vida. Há Viagens - Ciência - Espaço, - e mais ainda aquela das formas estranhas, coisas que se têm desenvolvido ao longo dos tempos, e que chegaram ao ponto de proporcionarem na humanidade, ( para não falar dos mal feitos ) as entregas a dedicação, estima e valores.

Ireneu Vidal da Fonseca, Massachusetts E. U. A.DevocoesIreneu

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS